Hot 5: Bubba, time da Alemanha no MXoN, Max Nagl, troca de comando na Suzuki e americanos no Mundial MX

Yamaha

Confira notas importantes da última semana no mundo do motocross!

 

1 :: Time da Alemanha para o MXoN

amx11ken-roczen2
Ken Roczen está fora – Crédito: Suzuki

 

Mais um time desfalcado. A Alemanha vai sem Ken Roczen para o Motocross das Nações 2015. O alemão decidiu não correr para se recuperar (com cirurgia) de lesão nas costas. Assim, os germânicos serão representados por Max Nagl (MXGP), Henri Jacobi (MX2) e Dennis Ulrich (Open). Os campeões de 2012 devem enfrentar dificuldades na competição que reúne os melhores do mundo nos dias 26 e 27 de setembro, na pista de Erneé, na França.

Abaixo você confere a lista de equipes que já anunciaram seus pilotos. As cores indicam a marca da moto que eles utilizam – Yamaha, Suzuki, Honda, KTM, Kawasaki, Husqvarna.

 

Brasil

Jean Ramos (MXGP)
Thales Vilardi (Open)
Fabio “Moranguinho” Santos (MX2)

 

Venezuela

Carlos Badiali (MXGP)
Lorenzo Locurcio (Open)
Anthony Rodriguez (MX2)

 

Estados Unidos

Justin Barcia (MXGP)
Cooper Webb (Open)
Jeremy Martin (MX2)

 

França

Gautier Paulin (MXGP)
Romain Febvre (Open)
Marvin Musquin (MX2)

 

Austrália

Todd Waters (MXGP)
Dean Ferris (Open)
Jay Wilson (MX2)

 

Nova Zelândia

Ben Townley (MXGP)
Cody Cooper (Open)
Kayne Lamont (MX2)

 

Bélgica

Jeremy Van Horebeek (MXGP)
Kevin Strijbos (Open)
Julien Lieber (MX2)

 

Grã-Bretanha

Shaun Simpson (MXGP)
Dean Wilson (Open)
Max Anstie (MX2)

 

Irlanda

Graeme Irwin (MXGP)
Martin Barr (Open)
Stuart Edmonds (MX2)

 

Japão

Makoto Ogata (MXGP)
Toshiki Tomita (Open)
Yohei Kojima (MX2)

 

 

2 ::  Joel Smets troca Suzuki por KTM

Stefan-EVERTS-Joel-SMETS_ericsandra
Everts e Smets devem trocar as camisas no fim da temporada – Crédiro: Eric Sandra

 

Pentacampeão mundial de motocross (1995, 97, 98, 2000 e 2003), o belga Joel Smets assinou contrato para ser diretor esportivo na Red Bull KTM do Mundial de Motocross. O anúncio da contratação aconteceu na quinta-feira, 13, pela KTM. Em 2013, 2014 e até meados de 2015, Smets exerceu função semelhante na Rockstar Energy Suzuki (o que nos coloca ainda mais próximos do anúncio da compra da Suzuki por Stefan Everts e que Glenn Coldenhoff deve seguir o mesmo caminho, saindo da Suzuki para KTM). Os chefes de equipe na KTM, Claudio de Carli (MXGP) e Dirk Gruebel (MX2) foram mantidos nos cargos e trabalharão sob coordenação de Smets e Pit Beirer, o diretor de esportes a motor da marca austríaca.

 

 

3 :: Americanos no Mundial MX

114625_Musquin-UtahMX2015-Cudby-021_1024
Musquin correrá de 450, na categoria MXGP – Crédito: Simon Cubdy

 

A última etapa do Mundial de Motocross 2015 será nos Estados Unidos, na pista de Glen Helen, dias 19 e 20 de setembro. Alguns pilotos que correm nos EUA também participarão desta prova. Os atletas da KTM (Ryan Dungey e Marvin Musquin na categoria MXGP) e os da Husqvarna (Jason Anderson e Christophe Pourcel na MXGP) confirmaram presença no mês de maio, e agora, em agosto, foram confirmados os nomes de Justin Barcia, Cooper Webb e Jeremy Martin, os três representes dos Yankees no MXoN 2015, além dos pilotos da Pro Circuit Kawasaki (Joey Savagty, Chris Alldredge na MX2) e da Monster Energy Kawasaki, Josh Grant (MXGP). Vai ser interessante ver o desempenho destes atletas versus os pilotos do Mundial.

 

 

4 :: A volta de Nagl

109190_Nagl_GPSpain_R06_2015_82A0435_1024
Nagl – Crédito: JP Acevedo

 

O alemão Max Nagl volta a competir neste fim de semana, 22 e 23, na 15ª das 18 etapas do Mundial de Motocross 2015. Líder da MXGP por seis rodadas, o piloto da Red Bull IceOne Husqvarna está recuperado da fratura no pé que lhe deixou fora de quatro etapas e lhe obrigou a dar adeus a suas pretenções de título.

 

 

5 ::Bubba está liberado

james_stewart_450_moto_1_budds_creek_rice_2479_800x533
Bubba – Crédito: Matt Rice

 

O dia tão aguardado chegou. James “Bubba” Stewart está liberado para competir desde o último dia 11 de agosto, quando acabou o período de 16 meses de punição imposto pela FIM – Federação Internacional de Motociclismo – por causa de doping por anfetamina. Ele poderia, por exemplo, correr a última etapa do AMA Motocross que acontece neste sábado, 22, em Crawfordsville, mas deve deixar sua reestreia para 10 de outubro, na segunda edição do Red Bull Straight Rhythm. Ele também já confirmou que correrá a Monster Energy Cup 2015, em Las Vegas, no dia 17 de outubro.

 

 

Yamaha