Honda comemora a produção de 500 mil motores de 160 cm³ no Brasil

honda_strip_57622_0_full
Marco reflete o compromisso da empresa em desenvolver tecnologias amigáveis ao meio ambiente

 

Neste mês de julho, a Honda atingiu a marca de 500 mil motores de 160 cm³ produzidos na fábrica de Manaus, Amazonas. Reconhecido como o primeiro bicombustível dessa cilindrada no mundo, o motor representa os esforços da fabricante em desenvolver tecnologias que reduzam os impactos ambientais de seus produtos ao se antecipar a regulamentação da segunda fase do Promot 4 (Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares).

O motor de 160 cm³ da Honda foi apresentado ao mercado brasileiro no final de 2014 com o lançamento da NXR 160 Bros. Características como versatilidade e baixo custo de manutenção marcam a motorização que tem capacidade cúbica de 162,7 cm³. Monocilíndrico, conta com sistema OHC (Over Head Camshaft), quatro tempos, arrefecido a ar, injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection) e tecnologia FlexOne.

 



 
A Honda CG, veículo mais vendido do Brasil com mais de 11 milhões de unidades comercializadas, adotou o motor 160 cm³ em agosto de 2015. A versão 2016 do modelo ganhou dose extra no desempenho: são 14,9 cv a 8.000 rpm se abastecido com gasolina, e 15,1 cv a 8.000 rpm com etanol. O torque máximo é de 1,40 kgf.m a 6.000 rpm e 1,54 kgf.m a 6.000 rpm, respectivamente.

Honda: há 45 anos na vida dos brasileiros – Em 1971, a Honda iniciava no Brasil as vendas de suas primeiras motocicletas importadas. Cinco anos depois, era inaugurada a fábrica da Moto Honda da Amazônia, em Manaus, de onde saiu a primeira CG, até hoje o veículo mais vendido do Brasil. De lá para cá, a unidade produziu mais de 21 milhões de motos, além de quadriciclos e motores estacionários. Para facilitar o acesso aos produtos da marca, em 1981 nasceu o Consórcio Honda, hoje a maior administradora de consórcios do Brasil, que faz parte da estrutura da Honda Serviços Financeiros, também composta pela Seguros Honda e o Banco Honda. Dando continuidade à trajetória de crescimento, em 1992 chegavam ao Brasil os primeiros automóveis Honda importados. Em 1997, a Honda Automóveis do Brasil iniciava a produção do Civic, em Sumaré (SP), de onde já saíram mais de 1,5 milhão de veículos. Durante esses anos a empresa também inaugurou Centros Educacionais de Trânsito, de Treinamento Técnico, de Distribuição de Peças e de Pesquisa & Desenvolvimento. Estruturou uma rede de concessionárias hoje composta por mais de 1200 endereços. Tudo isso para oferecer aos clientes uma excelente experiência com a marca. Em 2014, em uma iniciativa inédita no segmento, a Honda inaugurou seu primeiro parque eólico do mundo, na cidade de Xangri-Lá (RS). O empreendimento supre toda a demanda de energia elétrica da fábrica de Sumaré, reduzindo os impactos ambientais das operações da empresa. Em 2015, a Honda Aircraft Company anunciou a expansão das vendas do HondaJet, o jato executivo mais avançado do mundo, para o Brasil. E a segunda planta de automóveis da marca foi construída na cidade de Itirapina (SP), porque muito mais está por vir. A empresa reitera seu compromisso de longo prazo com o Brasil e seguirá empenhada em contribuir cada vez mais com a vida e a mobilidade dos brasileiros! Saiba mais em www.honda.com.br e www.facebook.com/HondaBR .