Gringos dominam nas motos no primeiro dia do Rally dos Sertões 2013


Português Paulo Gonçalves que venceu nas motos – Foto: Marcelo Maragni / Rally dos Sertões

A 21ª edição do Rally dos Sertões começou suave para os competidores, que saíram de Goiânia e chegaram a Pirenópolis, Goiás nesta sexta-feira, 26. Nas motos, o domínio ficou com os estrangeiros, que contam com uma legião de doze participantes entre os 46 inscritos.

A vitória ficou com o português Paulo Gonçalves (Speedbrain 450 Rally), atual vice-líder do Mundial FIM, seguido pelo espanhol Marc Coma (KTM), atual líder. O terceiro tempo ficou com o francês Michael Metge (Yamaha).

O melhor brasileiro foi o mineiro Nielsen Bueno (Honda) – que ontem venceu o Super Prime – com o quinto lugar. Segundo a organização, neste sábado o rali começa para valer, rumo a Uruaçu, com uma especial de 287 km. No total serão 4.115 km, dos quais 2.488 de trechos cronometrados a serem percorridos em 9 dias de prova.

– Dia bem curto, deu para conhecer a planilha, o estilo do rali brasileiro. Estava desacostumado com mata-burros, no geral gostei bastante – declarou Gonçalves.

Coma, que está num duelo direto com o português na disputa do Mundial, também achou tranquilo.

– Foi um bom primeiro dia, um pouco de pedras, trial, alguns trechos rápidos, mas no geral foi tranquilo – disse Coma.

O bicampeão do Sertões (2006 e 2011), o francês Cyril Despres, que estreia pela Yamaha Racing, quarto no dia, elogiou a etapa.

– Foi melhor do que eu esperava, muito legal a especial, só perdi um pouco de tempo com uma cerca que estava fechada no km 197 e tive de parar para abrir. Estou feliz em voltar – destacou.

A prova vale peso dois para o Mundial de Cross Country da FIM (Federação Internacional de Motociclismo), nas categorias motos e quadriciclos.

Nos quadriciclos, o polonês Rafal Sonik (Honda TRX 700), vencedor do Sertões em 2010, faturou a primeira etapa e elogiou bastante a precisão das indicações.

– Planilha perfeitamente marcada, quase impossível de errar, mas cometi um erro meu. Você sabe exatamente o que esperar. Muito suave o trecho de hoje – disse.

Já o brasileiro Marcelo Medeiros (Yamaha Raptor), campeão em 2012, terminou em segundo e \”sofreu\” com o poeirão.

– Dia bom, peguei poeira do Jean Azevedo, ai o Jean deu uma errada e passei, mas no trial deixei ele passar de novo e voltei a ficar na sua poeira, perdi um pouco de tempo – contou.

Nos UTVs, que estrearam na competição ano passado, a vitória foi da dupla Marcos Regadas Filho e Andrews da Costa (Polaris RZR XP 900 EPS).

Neste sábado, após um deslocamento rápido, a especial começa com estradas mais travadas de fazendas seguindo por trechos de velocidade média variando com algumas trilhas com um visual incrível por cristas e serras. A prova entra numa região de canaviais onde a velocidade aumenta muito com um piso muito bom. Depois volta a ficar travada e segue assim até o final.

Próxima etapa:
3ª Etapa: sábado 27/07
Pirenópolis, GO – Uruaçu, GO
Deslocamento inicial: 37 km
Trecho de Especial: 287 km
Deslocamento final: 89 km
TOTAL: 414 Km

Resultados – 2ª etapa (extra-oficial):

Motos
1) PAULO GONCALVES (Honda – Speedbrain Rally Team) – 01:08:03
2) MARC COMA (KTM Sportmotorcycle) – 01:08:50
3) MICHAEL METGE Yamaha Racing / Yamalube – 01:09:14
4) CYRIL DESPRES Yamaha Racing / Yamalube – 01:09:53
5) NIELSEN BUENO Honda Mobil de Rally – 01:10:20

Quadriciclos
1) RAFAL SONIK (SONIK Team) – 01:20:18
2) MARCELO MEDEIROS (Maranhao Race) – 01:22:47
3) ROBERT NAHAS (Mobil RNN Sports) – 01:24:17
4) RODOLFO BRITO (Paraiba Quadri Team) – 01:24:19
5) GABRIEL VARELA (Divino Fogao Rally Team) – 01:24:29

UTVs
1) MARCOS REGADAS/ANDREWS COSTA (Polaris RZR 900) – 01:20:20
2) EDISON LOBAO FILHO/RENATO AGUIAR (Can An Maverick) – 01:21:55
3) CARLO COLLET/MARCOS GOUVEA (Bike Box/Can Am Maverick) – 01:22:13
4) LUCIANO LOBAO/RAFAEL SHIMUK (Can An Maverick) – 01:25:20
5) RODRIGO VARELA/JOAO ARENA (Divino Fogão Rally Team/Can An Comamder) – 01:26:00

Resultado Acumulado (extra-oficial):
(Posição / Nome / Tempo Total / Diferença)

Motos
1) PAULO GONCALVES – 01:09:55
2) MARC COMA – 01:10:49 + 00:00:54.0
3) MICHAEL METGE – 01:11:08 + 00:00:19.3
4) CYRIL DESPRES – 01:11:48 + 00:00:39.7
5) NIELSEN BUENO – 01:12:12 + 00:00:24.0
6) RUBEN FARIA – 01:12:32 + 00:00:20.2
7) IKE KLAUMANN – 01:14:02 + 00:01:30.5
8) RAMON SACILOTTI – 01:14:37 + 00:00:34.5
9) GREGORIO CASELANI – 01:15:00 + 00:00:23.8
10) DARIO JULIO – 01:15:28 + 00:00:27.8

Quadriciclos
1) RAFAL SONIK – 01:22:28
2) MARCELO MEDEIROS – 01:24:54 + 00:02:26.0
3) ROBERT NAHAS – 01:26:29 + 00:04:00.7
4) RODOLFO BRITO – 01:26:32 + 00:04:04.6
5) GABRIEL VARELA – 01:26:49 + 00:04:20.7
6) TOM ROSA – 01:26:50 + 00:04:21.7
7) MAURO ALMEIDA – 01:28:42 + 00:06:13.8
8) DANIEL MAZZUCCO – 01:30:00 + 00:07:32.3
9) PABLO COPETTI – 01:30:11 + 00:07:42.7
10) RICARDO PURRI – 01:30:14 + 00:07:45.7

UTV
1) MARCOS REGADAS FILHO/ANDREWS COSTA – 01:22:33
2) EDISON LOBAO FILHO/RENATO AGUIAR – 01:24:09 + 00:01:35.9
3) CARLO COLLET/MARCOS GOUVEA – 01:24:22 + 00:00:13.6
4) LUCIANO LOBAO/RAFAEL SHIMUK – 01:28:17 + 00:03:55.0
5) RODRIGO VARELA/JOAO ARENA – 01:28:26 + 00:00:09.3
6) BRUNO SPERANCINI /LOURIVAL ROLDAN – 01:29:11 + 00:00:44.3
7) CARLOS AMBROSIO/DIONIZIO SILVA NETO – 01:34:30 + 00:05:19.2
8) FABIO CAMPOS/ADEILTON SANTOS – 02:02:57 + 00:28:27.1