Fofocross – A temporada 2022 do MXGP pode ter a maior reviravolta dos últimos tempos

Bomba bombástica na Europa.

Esta semana começaram fortes boatos de mudanças que vão literalmente sacudir o Mundial de Motocross como não se via há anos.

O primeiro deles é de que a equipe IceOne, apoiada pelo campeão da Fórmula 1, Kimi Raikkonen, passará a defender a cor verde, deixando de lado a parceria de anos com a Husqvarna, assumindo o controle da Kawasaki Racing Team, não há relatos sobre quais pilotos entrariam ou deixariam o time.

O segundo rumor é que ao que tudo indica, a marca conhecida por suas Big Trails, a Triumph teria confirmado o projeto em parceria com Carmichael e estaria com uma motocicleta pronta já para 2022 para as competições.

Agora o terceiro e talvez responsável pelo maior reboliço até agora é sobre a KTM.

Diz-se pelos boxes do MXGP que o time laranja manterá apenas 2 pilotos em 2022, mantendo apenas Herlings e Vialle, carimbando o passaporte de Cairoli e Prado para a GasGas.

Como ainda não há nada oficial publicado, nos resta aguardar por notícias mais concretas.