Expectativa dos pilotos Yamaha para a 7ª etapa do Brasileiro de Motocross 2018

A sétima e penúltima etapa do Brasileiro de Motocross 2018 acontece no próximo fim de semana, 20 e 21 de outubro, na cidade de Caldas Novas, Goiás.

A transmissão ao vivo é no Facebook e no Youtube da Yamaha do Brasil. Links abaixo:

+ Clique aqui para ver ao vivo no Facebook

+ Clique aqui para ver ao vivo no Youtube

A Yamaha Monster Energy Geração, que já é campeã antecipadamente da categoria MX2-Júnior com o piloto Tallys Nathan, briga também pelos títulos da MX1, MX2 e Elite MX, as principais categorias do circuito.

Carlos Campano (Yamaha YZ 450F) lidera a MX1 com 15 pontos de vantagempara o equatoriano Jetro Salazar, e 16 pontos sobre o português Paulo Alberto.

Fabio Santos (Yamaha YZ 250F) é vice-líder da MX2, apenas três pontos atrás do paranaense Pepê Bueno. Fabinho também é o melhor piloto com moto de 250 cilindradas na Elite MX, categoria que une os melhores das duas classes.

Na categoria MX2-Júnior, para pilotos com idade máxima de 18 anos, o pernambucano Tallys Nathan (Yamaha YZ 250F) conquistou o bicampeonato antecipadamente na sexta rodada, em Morrinhos, Goiás. Segue na disputa somando pontos e experiência para a categoria MX2, a qual integrará em 2019.

+ Clique para ver mais fotos da equipe

 

Jean Ramos poupado

Quinto colocado na tabela da MX1 e quarto colocado na Elite MX, Jean Ramos está fora desta rodada de Caldas Novas por causa de uma lesão no ombro.

O piloto caiu durante a quinta etapa do Catarinense de Motocross, no dia 14 de outubro, em Jaraguá do Sul, e deslocou o ombro.

Como o paranaense está mais próximo do título do Arena Cross Brasil, que terá sua quarta etapa na semana seguinte – dia 27, em Lençóis Paulista -, equipe e piloto decidiram focar na recuperação.

Confira abaixo as expectativas de cada atleta.

 

Classificação após 6 etapas

MX1
1. Carlos Campano / 244 pontos (Yamaha YZ 450F)

2. Jetro Salazar / 229 pontos
3. Paulo Alberto / 228 pontos
4. Hector Assunção / 182 pontos
5. Jean Ramos / 180 pontos (Yamaha YZ 450F)

MX2
1. Pepê Bueno / 222 pontos (Yamaha YZ 250F)
2. Fabio Santos / 219 pontos 
(Yamaha YZ 250F)
3. Lucas Dunka / 205 pontos
4. João Ribeiro / 167 pontos
5. Gustavo Pessoa / 137 pontos

Elite MX
1. Jetro Salazar / 113 pontos
2. Paulo Alberto / 108 pontos (Yamaha YZ 450F)
3. Carlos Campano / 105 pontos (Yamaha YZ 450F)
4. Jean Ramos / 69 pontos
 (Yamaha YZ 450F)
5. Hector Assunção / 68 pontos

MX2-Junior
1. Tallys Nathan / 145 pontos
 (Yamaha YZ 250F)
2. Vanderlei Junior / 93 pontos
3. Bruno Schmitz / 91 pontos
4. João Xavier / 62 pontos (Yamaha YZ 250F)
5. João Lino / 80 pontos
 (Yamaha YZ 250F)

+ Para ver a classificação completa, clique aqui

 

CARLOS CAMPANO #115

Categoria MX1 / Moto Yamaha YZ 450F 

Líder da categoria MX1
3º colocado na categoria Elite

“Sempre com boas expectativas. Estamos na fase final do campeonato, restam duas etapas, quatro baterias, e fica mais difícil ainda. Mas me sinto bem preparado. Nesta pausa do Brasileiro, fui correr o MX das Nações pela Espanha, e apesar do azar que tive nas baterias, me senti muito forte, rápido, então me sinto bem preparado para Caldas Novas. Tomara que dê tudo certo, que consiga largar bem, acelarar forte e sair de lá com a máxima pontuação”, afirma Campano.

 

 

JEAN RAMOS #10

Categoria MX1 / Moto Yamaha YZ 450F 

5º colocado na categoria MX1
4º colocado na categoria Elite

“Vou focar na reabilitação do meu ombro, que machuquei mais uma vez durante a quinta etapa do Catarinense de Motocross, no fim de semana passado. Ficando fora desta do Brasileiro, posso me dedicar mais aos treinos de Arena Cross, que é o campeonato que tenho mais chances de brigar pelo título neste momento. Na final do Brasileiro, devo estar de volta ao motocross”, explica Jean Ramos.

 

 

FÁBIO SANTOS #4

Categoria MX2 / Moto Yamaha YZ 250F 

Vice-líder na categoria MX2
8º colocado na categoria Elite

“Chego na vice-liderança, perto do líder, e espero sair desta etapa na ponta da tabela. As expectativas são as melhores, pois venho em uma boa fase, estou bastante confiante e com total dedicação para buscar o bicampeonato da MX2”, diz Fabinho.

 

 

 

TALLYS NATHAN #183

Categoria MX2-JR / Moto Yamaha YZ 250F

Campeão antecipado
na categoria MX2-Junior

“Apesar de já ter sido campeão antecipado da categoria, venho mantendo minha rotina de treinos para terminar o ano com bons resultados, inclusive entre os pilotos da MX2, que será minha categoria no próximo ano”, conclui Nathan.

 

 

 

Programação da 7ª etapa

Sábado, 20
Treinos Livres
Das 8h05 às 8h35 – MX1
Das 8h40 às 9h – MX3
Das 9h05 às 9h35 – MX2 / MX2JR
Das 9h40 às 9h55 – 230cc
Das 10h às 10h15 – 50cc
Das 10h20 às 10h40 – MXJR
11h às 11h15 – 65cc
Treinos Cronometrados
Das 12h25 às 12h55 – MX1
Das 13h00 às 13h20 – MX3
Das 13h25 às 13h55 – MX2 / MX2JR
Das 14h00 às 14h15 – 230cc
Das 14h20 às 14h35 – 50cc
Das 14h40 às 15h – MXJr
Das 15h20 às 15h35 – 65cc
Provas
16h – MX3 (20 minutos + 2 voltas)
16h40 – 50cc (15 minutos + 2 voltas)
17h30 – Pódio das categorias MX3 e 50cc 

Domingo, 21
Warm-up
Das 8h15 às 8h30 – MX1
Das 8h35 às 8h50 – MX2 / MX2Jr
Das 8h55 às 9h05 – 65cc
Das 9h10 às 9h20 – 230cc
Das 9h25 às 9h35 – MXJr

Provas
10h – 65cc (15 min + 2 voltas)
11h – Pódio da categoria 65cc
11h50 – MX2 / MX2Jr (30 minutos + 2 voltas)
12h50 – MX1 (30 minutos + 2 voltas)

13h40 – MXJr (20 minutos + 2 voltas)
14h20 – 230cc (15 minutos + 2 voltas)
14h50 – Pódio das categorias MX2JR / MXJR e 230cc
15h30 – Elite MX (30 minutos + duas voltas)
16h10 – Pódio das categorias Elite MX, MX1 e MX2