Expectativa dos pilotos Honda para a final do Brasileiro de MX 2018

Jetro Salazar – Foto: Idário Café

 

O Brasileiro de Motocross 2018 chega à oitava e última etapa da temporada neste fim de semana, 3 e 4 de novembro, em Fagundes Varela, no Rio Grande do Sul.

A Honda Racing acelera por títulos com o líder da categoria Elite MX, o equatoriano Jetro Salazar, que também tem chances de conquistar a taça da classe MX1.

O piloto compete com a motocicleta Honda CRF 450R e está pronto para a decisão.

– Treinei forte para ir ao Rio Grande do Sul em busca dos dois títulos. A expectativa é ganhar, é o único resultado que me interessa – declarou Salazar.

Na classe que reúne os pilotos mais velozes do campeonato, a Elite MX, ele possui vantagem de cinco pontos para o segundo colocado, o espanhol Carlos Campano.

A dupla também protagoniza a disputa pelo título da MX1: Salazar é o vice-líder da classe, a 21 pontos de Campano.

– A diferença de pontos para o líder da MX1 é grande, mas no esporte tudo é possível. Vou brigar enquanto houver chances. Na Elite MX, a minha vantagem na liderança é apertada, por isso também estarei 100% focado para conquistar o título para a Honda Racing – concluiu.

Salazar faturou o título brasileiro da MX1 em 2016, além de ter se sagrado campeão equatoriano, peruano e latino-americano da modalidade em diferentes categorias ao longo da carreira.

Hector Assunção (MX1), Lucas Dunka (MX2) e Leo Souza (MX2) completam o time vermelho na derradeira etapa do Brasileiro de Motocross 2018, sendo que todos eles também aceleram pela classe Elite MX.

A decisão do campeonato, que conta com o patrocínio da Honda, tem como palco a pista de motocross do Moto Clube Fim da Picada.

A cidade de Fagundes Varela está localizada na Serra Gaúcha e possui pouco mais de 2.700 habitantes.

Será a primeira prova disputada no Estado na temporada – antes, o campeonato passou por Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Goiás.

A equipe Honda Racing de Motocross conta com o patrocínio de Honda, Alpinestars, Bell, D.I.D e Mobil.

 

Programação*

Sábado – 3/11

Treinos livres

08h30 às 9h – MX1

09h05 às 9h25 – MX3

09h30 às 10h – MX2 / MX2Jr

10h05 às 10h20 – MX4 / MX5

10h25 às 10h45 – MXJr

10h50h às 11:05 – MXF

 

Treinos cronometrados

12h15 às 12h45 – MX1

12h55h às 13h15 – MX3

13h25h às 13h55 – MX2 / MX2Jr

14h05 às 14h20 – MX4 / MX5

14h30h às 14h50 – MXJr

15h00h às 15h15 – MXF

 

Provas

15h50 – MX3 (20 minutos + 2 voltas)

17h – Pódio da categoria MX3

 

Domingo – 4/11

Warm-up

Das 8h45 às 9h – MX2 / MX2Jr

Das 9h10 às 09h25 – MX1

Das 9h35 às 9h45 – MXF

9h55 às 10h05 – MXJr

10h15 às 10h25 – MX4 / MX5

 

Provas

10h50 – MXF (15 minutos + 2 voltas)

11h15 – Pódio da categoria MXF

12h10 – MX2 / MX2Jr (30 minutos + 2 voltas)

13h10 – MX1 (30 minutos + 2 voltas)

13:40 – MXJr (20 minutos + 2 voltas)

15h – MX4 / MX5 (15 minutos + 2 voltas)

15h30 – Pódio das categorias MX2Jr / MXJr / MX4 e MX5

16h10 – Elite MX (pilotos mais bem classificados da MX1 e da MX2 – 30 minutos + duas voltas)

16:50h – Pódio das categorias Elite MX, MX1 e MX2

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações