Expectativa dos pilotos Honda para a 7ª etapa do Brasileiro de Motocross 2018

Jetro Salazar – Foto: Idário Café

 

Após 15 anos fora do calendário do Brasileiro de Motocross, a cidade de Caldas Novas, em Goiás, será palco da sétima e penúltima etapa da temporada 2018 neste fim de semana, 20 e 21.

A equipe Honda Racing está pronta para defender a liderança da categoria MX Elite com o equatoriano Jetro Salazar, que ainda briga pela vitória na MX1, em segundo lugar na tabela da classe.

O time vermelho também acelera com o paulista Hector Assunção nas corridas da MX1 e com os jovens talentos Lucas Dunka, de Santa Catarina, e Leonardo Souza, do Paraná, na MX2.

Todos integram a categoria MX Elite, que reúne os pilotos mais rápidos da competição.

Campeão brasileiro de Motocross em 2016 pela MX1, Salazar está de olho nos dois títulos da temporada.

– Os objetivos são manter a liderança da MX Elite e vencer as corridas da MX1, para continuar sonhando com o título dessa categoria também.

A minha melhor opção para ser campeão da MX1 é vencer as quatro baterias que restam até o final do ano, estão vou em busca desta meta –  explicou o piloto.

Ele compete com a motocicleta Honda CRF 450R.

Salazar passou recentemente por uma cirurgia no joelho esquerdo, mas está confiante.

– Estar vindo de uma cirurgia não me atrapalha. Em Morrinhos (Goiás, palco da etapa anterior) foi complicado, porque meu joelho travava toda hora e eu não sentia confiança em cima da moto. Agora, depois da cirurgia, meu joelho não trava e eu tenho certeza de que isso não vai me incomodar mais. Então, psicologicamente, eu estarei bem melhor do que na etapa de Morrinhos –  garantiu.

Quem também sonha em levantar o caneco ao fim da temporada é o piloto Lucas Dunka.

O catarinense disputa a categoria MX2 com a moto Honda CRF 250R e ocupa o terceiro posto na tabela de classificação.

– Eu estou me sentindo muito bem com a moto e a minha expectativa é boa. Há chances de título, então vamos para cima e torcer para que dê certo –  completou.

Lucas Dunka – Foto: Idário Café

 

A prova será disputada no Complexo Esportivo Jeferson Aragão Junior e a pista aproveita os declives e aclives naturais do local.

O evento integra a programação da comemoração dos 107 anos de emancipação da cidade goiana, considerada a maior estância hidrotermal do mundo.

A última etapa do Brasileiro de Motocross, patrocinado pela Honda, será disputada em Fagundes Varela, Rio Grande do Sul, nos dias 3 e 4 de novembro.

A equipe Honda Racing de Motocross conta com o patrocínio de Honda, Alpinestars, Bell, D.I.D e Mobil.

 

Programação*

Sábado – 20/10

Treinos Livres

Das 8h05 às 8h35 – MX1

Das 8h40 às 9h – MX3

Das 9h05 às 9h35 – MX2 / MX2JR

Das 9h40 às 9h55 – 230cc

Das 10h às 10h15 – 50cc

Das 10h20 às 10h40 – MXJR

11h às 11h15 – 65cc

 

Treinos Cronometrados

Das 12h25 às 12h55 – MX1

Das 13h00 às 13h20 – MX3

Das 13h25 às 13h55 – MX2 / MX2JR

Das 14h00 às 14h15 – 230cc

Das 14h20 às 14h35 – 50cc

Das 14h40 às 15h – MXJr

Das 15h20 às 15h35 – 65cc

 

Provas

16h – MX3 (20 minutos + 2 voltas)

16h40 – 50cc (15 minutos + 2 voltas)

17h30 – Pódio das categorias MX3 e 50cc

 

Domingo – 21/10

Warm-up

Das 8h15 às 8h30 – MX1

Das 8h35 às 8h50 – MX2 / MX2Jr

Das 8h55 às 9h05 – 65cc

Das 9h10 às 9h20 – 230cc

Das 9h25 às 9h35 – MXJr

 

Provas

10h – 65cc (15 min + 2 voltas)

11h – Pódio da categoria 65cc

11h50 – MX2 / MX2Jr (30 minutos + 2 voltas)

12h50 – MX1 (30 minutos + 2 voltas)

13h40 – MXJr (20 minutos + 2 voltas)

14h20 – 230cc (15 minutos + 2 voltas)

14h50 – Pódio das categorias MX2JR / MXJR e 230cc

15h30 – Elite MX (pilotos mais bem classificados da MX1 e da MX2 – 30 minutos + duas voltas)

16h10 – Pódio das categorias Elite MX, MX1 e MX2

 

*A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.