Equipe Honda Racing disputa 3ª e 4ª etapa do BRMX 2020 em Apiaí

Anthony Rodriguez, piloto da equipe Honda Racing no Brasileiro de Motocross 2020 – Foto: Idário Café/Mundo Press

 

Depois de um intervalo de mais de um mês, o Brasileiro de Motocross 2020 realiza a terceira e a quarta etapa nos próximos dois fins de semana, 21 e 22, e 28 e 29, em Apiaí. A cidade localizada no Vale do Ribeira, a 300 quilômetros da capital paulista, recebe a competição no Motódromo da Fepasa. A equipe Honda Racing parte para a disputa com o time completo, com Anthony Rodriguez, líder das categorias MX1 e Elite MX; Jetro Salazar e Hector Assunção, nessas mesmas classes; e Lucas Dunka e Leonardo Souza, na MX2.

Em sua primeira temporada no Brasil, Anthony Rodriguez se adaptou rapidamente ao país, à moto CRF 450R e às provas do Brasileiro de Motocross. O venezuelano venceu logo na estreia a corrida da MX1, classe que lidera com 92 pontos. Já na segunda etapa, ele faturou a bateria da Elite MX, na qual está na frente da classificação, com 45 pontos.

– Estou muito empolgado para disputar uma nova corrida depois desses dias sem competição. Gosto bastante de encarar pistas diferentes e explorar os traçados. É isso que me move a encarar os desafios como piloto – destaca Rodriguez.

Jetro Salazar, que machucou o tornozelo direito na abertura da temporada, aproveitou esse período entre as etapas para se recuperar.

– Este ano tem sido muito difícil por diversas situações. A preparação das últimas semanas foi muito boa e consegui me recuperar da lesão. O objetivo é ajudar a equipe e estar preparado para a maratona de corridas que vem por aí – lembra o bicampeão brasileiro de motocross na MX1 e Elite MX. Após duas etapas, o equatoriano está em sexto lugar na MX1 e em oitavo na Elite MX.

Quem estará de volta em Apiaí é Hector Assunção, que não participou das provas anteriores em Penha, Santa Catarina, devido a uma fratura na mão direita, às vésperas do início da temporada.

– O adiamento da etapa de São José, Santa Catarina, aumentou um pouco o tempo para a minha recuperação. Agora estou mais preparado e pronto para acelerar nas corridas – declara o paulista, também representante do esquadrão vermelho na MX1 e Elite MX.

Já na MX2, os catarinenses Lucas Dunka e Leonardo Souza analisaram os erros das primeiras etapas e fizeram os ajustes necessários para as próximas competições.

– Estamos mais preparados para encarar mais uma rodada dupla. Essas duas provas vão ser importantíssimas para definir muita coisa no campeonato. Estou me sentindo 100% fisicamente e muito bem com a moto, a CRF 250R – diz Dunka, terceiro colocado na corrida pelo título da categoria.

– A expectativa para Apiaí é boa. Consegui fazer ótimos treinos depois das etapas de Penha. Quero melhorar a minha classificação no campeonato e espero que seja um final de semana positivo para mim e toda a equipe Honda Racing – completa Souza, que está em sexto lugar na geral da MX2.

 

Circuit Honda

Equipe satélite, a Circuit Honda também vai para Apiaí com o time completo: Roosevelt Assunção, vice-líder da MX3; Humberto Martin, o “Machito”, sétimo na MX1 e Elite MX; Reginaldo Ribeiro, o “Juninho”, quinto colocado na MX2. Na mesma categoria, Leonardo Cassarotti é 12º. Rafael Araújo, o “Bubinha”, retorna de lesão e representa a equipe na MX2JR.