Duda Parise se recupera e conquista Rinadli Gaúcho de Motocross

dudaparise
Duda Parise – Foto: Divulgação

 

Em um ano marcado por uma séria lesão, Duda Parise terminou a temporada como principal nome do campeonato Rinaldi Gaúcho de Motocross 2013. A competição encerrou no fim de semana passado, na cidade serrana de Veranópolis.

O evento marcou a inauguração da pista Municipal de Motocross Leonir Mattiello, nome dado em homenagem póstuma a um dos incentivadores do esporte e da construção da pista de motocross na região.

Na pista, Duda Parise mostrou ser um dos guerreiros do esporte ao conquistar o título nas duas principais categorias, MX2 e MX Pró. O piloto deu a volta por cima depois da grave lesão sofrida durante a terceira etapa do Brasileiro de Motocross 2013, em junho, na cidade de Sorriso, Mato Grosso. O piloto quebrou a bacia e a clavícula por causa de um tombo na primeira bateria da sua categoria e teve que passar por mais de uma cirurgia e meses de recuperação.

As disputas pelo campeonato nas categorias que estavam em aberto foram eletrizantes, segundo a organização. Na MX Pró, Duda Parise teve problemas no motor e perdeu rendimento, ficando para trás e apenas na torcida por resultados paralelos para que pudesse garantir o título da temporada.

Na MX2, a situação foi bem diferente. Com o regulamento “embaixo do braço”, Duda largou em terceiro, atrás do seu concorrente direto ao título, Leonardo Lizott. Sem arriscar, Duda manteve a posição até o final para comemorar o título da categoria.

A etapa também teve a participação do paulista Thales Vilardi, que ganhou a categoria MX2. Confira os vencedores!

MX Pró – Leonardo Lizott – Sertão
MX2 – Thales Vilardi – São Paulo
MX2 Júnior – Gabriel Carbonera – Sananduva
Intermediária MX2 – Gabriel Carbonera – Sananduva
Intermediária MX1 – Rberto Bergmann – Santa Rosa
MX3 – Eder Antoniazzi – Flores da Cunha
MX4 – Glaureci Lemos – Caxias do Sul
Júnior – Gabriel Della Flora – Santa Rosa
50cc A – Cristyan Eckhardt – Novo Hamburgo
50cc B – Henrique Henicka – Lajeado
65cc – Felippe Migliorini
230cc – Fabiano dos Santos – Venâncio Aires
MXF A – Maiara Basso – Mato Castelhano
MXF B – Joelma Peruchi – Maracajá/SC