Desalle e Herlings comandam a nona etapa do Mundial de Motocross 2014 na França

Desalle_MXGP_9_F_2014
Clement Desalle comanda a etapa – Foto: Youthstream

 

A nona etapa do Mundial de Motocross 2014, que ocorreu no domingo, 1º de junho, em Saint Jean d’Angely, França, foi marcada pela forte presença do público. A pista, composta por muitas subidas e decidas de argila e areia, exigiu tração das motos e destreza dos pilotos, e as glórias foram de Clement Desalle, da equipe Rockstar Energy Suzuki, e Jeffrey Herlings, da Red Bull KTM.

 

MXGP

Um piloto deve sempre procurar manter um bom ritmo até o final da prova, e desta vez Clement Desalle mostrou exatamente o porquê. Depois de estar bem colocado em ambas as corridas, em segundo lugar, atrás de Cairolli, Desalle acabou se beneficiando de alguns erros do campeão e levou as duas vitórias para o seu segundo resultado perfeito do ano.

O belga Jeremy Van Horebeek, da equipe Yamaha Factory Racing, ficou em terceiro na primeira bateria, mas teve uma segunda bateria que foi uma verdadeira prova de fogo. O belga assumiu o segundo lugar depois de uma queda de Cairoli, faltando duas voltas para o final, e teve muito trabalho para manter a posição com o heptacampeão pressionando logo atrás. Jeremy derrotou Cairoli por um fio de cabelo e ficou com o segundo lugar na segunda prova.

>>> Veja a tabela completa de classificação do campeonato

Após esta nona etapa do mundial, hoje se pode afirmar que o talentoso campeão mundial, da equipe Red Bull KTM, Antonio Cairoli, é humano. Depois de cometer alguns erros nas duas baterias deste fim de semana, Cairoli ficou em segundo e terceiro lugar nas corridas, o que lhe custou alguns pontos no campeonato. Embora não seja muito comum ver o detentor da “red plate” cometer erros deste calibre, o ocorrido mostra como tudo é possível e o campeonato está longe de estar decidido.

– No geral estava tudo indo bem neste fim de semana, mas tem sido difícil se manter focado nestas últimas semanas com tudo o que aconteceu, e especialmente em uma pista como a que tivemos hoje. Na primeira corrida, foi certamente um erro meu, mas na segunda foi um pouco por causa de um piloto retardatário que entrou na curva comigo, na hora eu tive que frear e perdi um pouco a dianteira, mas no geral está tudo bem. Não sofri nenhuma lesão e estou ansioso para a próxima etapa – disse o líder do campeonato, Antonio Cairoli.

 

88395_Cairoli_MXGP_2014_R09_RX_4690_1024
Antonio Cairoli – Foto: Ray Archer / KTM

 

O herói local, Steven Frossard, da equipe Monster Energy Kawasaki, teve dificuldade para impressionar seus fãs correndo em casa. O francês cometeu um erro na primeira corrida que o deixou bem atrás, tendo que fazer uma prova de recuperação e acabou em sexto. Na segunda bateria o piloto começou bem, pressionando Van Horebeek na disputa pelo terceiro lugar, mas não conseguiu encontrar um bom traçado na pista de Saint Jean d’Angely e acabou a prova em quarto lugar, ficando assim em sexto no geral da nona etapa.

Completando os TOP-5, o russo da equipe Honda, Evgeny Bobryshec, correu duas provas bastante sólidas e levou para casa um trio de quintos lugares. Quinto lugar em ambas as baterias e o quinto lugar geral.

 

:: Melhores momentos

 

:: Top 10 da primeira bateria MXGP
1. Clement Desalle (BEL, Suzuki)
2. Antonio Cairoli (ITA, KTM)
3. Jeremy Van Horebeek (BEL, Yamaha)
4. Kevin Strijbos (BEL, Suzuki)
5. Evgeny Bobryshev (RUS, Honda)
6. Steven Frossard (FRA, Kawasaki)
7. Xavier Boog (FRA, Honda)
8. Shaun Simpson (GBR, KTM)
9. Dennis Ullrich (GER, KTM)
10. Davide Guarneri (ITA, TM)

:: TOP 10 da segunda bateria MXGP
1. Clement Desalle (BEL, Suzuki)
2. Jeremy Van Horebeek (BEL, Yamaha)
3. Antonio Cairoli (ITA, KTM)
4. Steven Frossard (FRA, Kawasaki)
5. Evgeny Bobryshev (RUS, Honda)
6. Tommy Searle (GBR, Kawasaki)
7. Rui Goncalves (POR, Yamaha)
8. Matiss Karro (LAT, KTM)
9. Davide Guarneri (ITA, TM)
10. Shaun Simpson (GBR, KTM)

:: Top 10 geral MXGP
1. Clement Desalle (BEL, SUZ), 50 pontos
2. Jeremy Van Horebeek (BEL, YAM), 42 p.
3. Antonio Cairoli (ITA, KTM), 42 p.
4. Steven Frossard (FRA, KAW), 33 p.
5. Evgeny Bobryshev (RUS, HON), 32 p.
6. Kevin Strijbos (BEL, SUZ), 26 p.
7. Shaun Simpson (GBR, KTM), 24 p.
8. Rui Goncalves (POR, YAM), 23 p.
9. Matiss Karro (LAT, KTM), 23 p.
10. Davide Guarneri (ITA, TM), 23 p.

:: Top 10 na classificação MXGP do campeonato após nove etapas
1. Antonio Cairoli (ITA, KTM), 393 pontos
2. Clement Desalle (BEL, SUZ), 373 p.
3. Jeremy Van Horebeek (BEL, YAM), 358 p.
4. Kevin Strijbos (BEL, SUZ), 276 p.
5. Gautier Paulin (FRA, KAW), 205 p.
6. Steven Frossard (FRA, KAW), 197 p.
7. Shaun Simpson (GBR, KTM), 183 p.
8. Evgeny Bobryshev (RUS, HON), 168 p.
9. Maximilian Nagl (GER, HON), 166 p.
10. Xavier Boog (FRA, HON), 159 p.

 

MX2

Mais uma atuação impecável de Jeffrey Herlings, da equipe Red Bull KTM, nesta nona etapa do Mundial. Apesar de Arnaud Tonus – seu maior rival até aqui no campeonato – ter largado bem nas duas corridas e ter mantido um bom ritmo, Herlings mostrou superioridade. O holandês estava em outro nível, e simplesmente fugiu para garantir outros cinquenta pontos.

 

HerlingsSat_MXGP_9_F_2014
Jeffrey Herlings – Foto: Youthstream

 

A sensação foi de que não havia nada que Arnaud Tonus pudesse fazer. O suíço, da equipe CLS Kawasaki, jogou tudo o que podia pra cima do holadês voador na segunda prova, mas não foi o suficiente. Embora tenha mostrado qualidade nas duas baterias, especialmente no início de cada corrida onde parecia ter boas chances de vencer, Tonus não conseguiu superar Herlings, que provou mais uma vez ser bom demais.

– Estou feliz, acho que melhorei bastante durante o fim de semana, nós trabalhamos um pouco mais na moto e está cada vez melhor. Na segunda bateria eu consegui andar um pouco mais perto de Jeffrey, tenho melhorado a cada fim de semana e quero chegar cada vez mais perto dele até vencê-lo – disse Arnaud Tonus.

 

TonusSat_MXGP_9_F_2014
Arnaud Tonus – Foto: Youthstream

 

A batalha entre os franceses Romain Febvre, da equipe Wilvo Nestaan Husqvarna, e Jordi Tixier da Red Bull KTM, roubou a atenção da multidão barulhenta de expectadores nas duas baterias. Correndo em casa e com muito orgulho em jogo, os franceses brigavam pela última vaga no pódio, e no final prevaleceu o bom desempenho de Tixier, deixando Febvre com o quarto lugar.

– É sempre muito bom estar no pódio na França, diante do público, meus fãs e toda a minha família. Foi um bom fim de semana para mim – disse Tixier, orgulhosamente.

Tudo parecia correr bem para Valentin Guillod. Fez uma excelente primeira bateria, ficando em terceiro lugar. Seu lugar no pódio parecia reservado quando de repente um acidente durante um salto duplo no início da segunda corrida estragou o que poderia ter sido um ótimo resultado. Guillod ficou em nono lugar na prova e um quinto lugar no geral.

Enquanto isso, o terceiro dos jovens franceses da MX2, Dylan Ferrandis, da equipe CLS Kawasaki, conseguiu apenas um 2-6 e garantiu o sexto no geral.

:: Top 10 da primeira bateria MX2
1. Jeffrey Herlings (HOL, KTM)
2. Arnaud Tonus (SUI, Kawasaki
3. Valentin Guillod (SUI, KTM)
4. Jordi Tixier (FRA, KTM)
5. Romain Febvre (FRA, Husqvarna)
6. Dylan Ferrandis (FRA, Kawasaki)
7. Max Anstie (GBR, Yamaha)
8. Aleksandr Tonkov (RUS, Husqvarna)
9. Jeremy Seewer (SUI, Suzuki)
10. Petar Petrov (BUL, Yamaha)

:: TOP 10 da segunda bateria MX2
1. Jeffrey Herlings (HOL, KTM)
2. Arnaud Tonus (SUI, Kawasaki)
3. Jordi Tixier (FRA, KTM)
4. Romain Febvre (FRA, Husqvarna)
5. Tim Gajser ( SLO, Honda)
6. Dylan Ferrandis (FRA, Kawasaki)
7. Jeremy Seewer (SUI, Suzuki)
8. Petar Petrov (BUL, Yamaha)
9. Valentin Guillod (SUI, KTM)
10. Jose Butron (ESP, KTM)

:: Top 10 geral MX2
1. Jeffrey Herlings (HOL, KTM), 50 pontos
2. Arnaud Tonus (SUI, KAW), 44 p.
3. Jordi Tixier (FRA, KTM)
4. Romain Febvre (FRA, HUS), 34 p.
5. Valentin Guillod (SUI, KTM), 32 p.
6. Dylan Ferrandis (FRA, KAW), 30 p.
7. Tim Gajser ( SLO, HON), 26 p.
8. Jeremy Seewer (SUI, SUZ), 26 p.
9. Petar Petrov (BUL, YAM ), 24 p.
10. Max Anstie (GBR , YAM), 22 p.

:: Top 10 na classificação MX2 do campeonato após nove etapas
1. Jeffrey Herlings (HOL, KTM), 394 pontos
2. Arnaud Tonus (SUI, KAW), 349 p.
3. Romain Febvre (FRA, HUS) , 297 p.
4. Jordi Tixier (FRA, KTM) , 291 p.
5. Dylan Ferrandis (FRA , KAW), 278 p .
6. Tim Gajser ( SLO, HON) , 235 p.
7. Aleksandr Tonkov (RUS, HUS ) , 216 p .
8. Valentin Guillod (SUI, KTM) , 205 p .
9. Jose Butron (ESP, KTM) , 199 p .
10. Glenn Coldenhoff (NED, SUZ ) , 176 p .