David Philippaerts monta seu próprio time para 2014

Yamaha
philippaertsentrevista12
Philippaerts em visita ao Brasil em 2012 – Foto: Elton Souza / BRMX

 

O italiano David Philippaerts, campeão mundial de motocross em 2008, é mais um piloto que vai correr pela própria equipe em 2014.

“DP Racing” será o nome do time, e Philippaerts utilizará motos YZ 450F, com suporte da equipe de fábrica da Yamaha e Michele Rinaldi, por quem o piloto correu de 2008 a 2012.

Em 2013 o atleta havia mudado de marca por ter sido contratado pela Honda Gariboldi. Seu desempenho foi apenas razoável: 11º colocado na classe MX1, assim como nos anos anteriores – 2012 e 2011 – quando sofreu com lesões e apenas fez figuração no campeonato mundial.

 

:: Acompanhe as mudanças no mercado do Mundial MX


David Philippaerts (Itália)

Passado: sai da Honda Garboldi
Futuro: montará sua própria equipe, a DP Racing, com apoio da Yamaha
Categoria: MXGP (antiga MX1)


Joel Roelants (Bélgica)

Passado: sai da Yamaha de fábrica, por quem correu em 2013
Futuro: montará sua própria equipe, provavelmente com apoio da Honda
Categoria: MXGP (antiga MX1)


Dean Ferris (Austrália)

Passado: corria na MX2 pela Yamaha de fábrica
Futuro: segue na Yamaha de fábrica, mas muda para a MXGP (antiga MX1)
Categoria: MXGP


Steven Frossard (França)

Passado: estava na Yamaha de fábrica
Futuro: vai para a Kawasaki de fábrica. Será companheiro de time de Gautier Paulin
Categoria: MXGP


Jeremy van Horebeek (Bélgica)

Passado: sai da Kawasaki de fábrica, onde era ”piloto número dois”
Futuro: vai para a Yamaha de fábrica para ser o principal piloto
Categoria: MXGP (antiga MX1)


Tyla Rattray (África do Sul)

Passado: saiu da Pro Circuit Kawasaki, dos Estados Unidos
Futuro: vai correr o Mundial de MX pela Husqvarna de fábrica – Mundial MX
Categoria: MXGP (antiga MX1)


Todd Waters (Austrália)

Passado: saiu da KTM da Austrália
Futuro: vai correr o Mundial de MX pela Husqvarna de fábrica – Mundial MX
Categoria: MXGP (antiga MX1)


Alexander Tonkov (Rússia)

Passado: saiu de uma equipe privada Honda
Futuro: equipe de fábrica da Husqvarna – Mundial de MX
Categoria: MX2


Romain Febvre (França)

Passado: saiu de uma equipe privada KTM
Futuro: equipe de fábrica Husqvarna – Mundial de MX
Categoria: MX2


Glenn Coldenhoff (Holanda)

Passado: equipe privada KTM
Futuro: equipe de fábrica Suzuki – Mundial de MX
Categoria: MX2


Max Anstie (Inglaterra)

Passado: corria pela Suzuki de fábrica
Futuro: vai para a Yamaha de fábrica
Categoria: MX2

Yamaha