Com novo formato, Superliga Brasil de Motocross volta em 2015

superliga brasil de motocross 2015
Beto Carrero World sediará etapa única da Superliga Brasil 2015 – Foto: Divulgação

 

*Texto: assessoria de imprensa Romagnolli Eventos

Após dois anos fora do calendário de competições, a Superliga Brasil de Motocross está de volta. Com um novo formato, a prova nacional reunirá entre os dias 1 e 3 de maio de 2015 diversos pilotos divididos em 10 categorias (MX1, MX2, MX3, MX1 Amador, MX2 Amador, MX3 Amador, MX Feminina, Júnior, 65cc e 50cc), em Penha, Santa Catarina. A cidade tem mais de 19 praias, está localizada a 114 km da capital Florianópolis e a 8 km do Aeroporto Internacional de Navegantes. O palco das disputas será o conceituado e premiado circuito internacional do Beto Carrero World, que nos últimos três anos foi sede do GP Brasil de Motocross, etapa brasileira do Mundial de Motocross.

Organizada pela Romagnolli Promoções e Eventos, a competição terá premiação recorde e ainda incentivará equipes com ajuda de custo. Ao todo, serão mais de R$ 120 mil distribuídos em prêmios, entre eles quantias em dinheiro e troféus para campeões, holeshot e melhor piloto privado.

A prova, inspirada em campeonatos norte-americanos de sucesso como a Monster Cup e o Loretta Lynns, terá atrações que vão além das corridas. Um pavilhão de exposições, com estandes de importantes fabricantes de motos, peças, equipamentos, acessórios e roupas, estará disponível para visita e com itens à venda para os fãs do esporte duas rodas. O complexo também ganhará muita festa e diversão a cada noite, com músicas ao vivo, restaurantes e shows de motocross freestyle.

– Estou bastante otimista com este novo conceito que desenvolvemos para a Superliga Brasil de Motocross. As corridas serão um espetáculo, em uma pista de nível mundial, e a expectativa é reunir pilotos dos quatro cantos do Brasil. O evento se tornará um importante encontro de fãs, fabricantes e praticantes deste esporte. O retorno da Superliga vai marcar uma nova era do motocross nacional – afirma Carlos Romagnolli, presidente da organizadora da prova.

Durante os três dias de evento, as equipes terão um espaço exclusivo para montagem dos boxes, exposição, acertos mecânicos das motos e área para estacionamento dos motorhomes. Já o público em geral contará com um setor reservado para acampamento, além das arquibancadas e camarotes para assistir às corridas.

Todos os detalhes da Superliga Brasil de Motocross 2015 ganharão destaque na televisão e internet. As corridas serão transmitidas ao vivo pelo BRMX, que terá 10 horas de exibição em tempo real diretamente de Penha em retransmissão da BRMTV, mídia oficial do evento.