Clement Desalle renova com a Kawasaki para o Mundial de Motocross 2020

Clement Desalle

 

A equipe Monster Energy Kawasaki Racing Team anunciou nesta terça-feira, 6 de agosto, que renovou com o belga Clement Desalle para a temporada 2020 do Mundial de Motocross. Será a quinta temporada consecutiva de Desalle com a equipe.

– Nunca tive dúvidas sobre o meu futuro; eu sei onde quero estar, o que esperar e onde quero chegar. Tenho um bom pressentimento e ainda tenho uma motivação enorme. Sei que, mesmo que o nível dos meus rivais seja muito alto, posso brigar pela vitória e, na largada, meu objetivo é sempre vencer. Tenho me sentido muito bem na equipe; você precisa de um bom time e uma boa moto para vencer, e eu tenho tudo isso com a Kawasaki, onde eles me oferecem ótimas condições de trabalho – disse Desalle, no comunicado oficial da equipe para a imprensa.

Desalle, que quebrou a perna no GP da Rússia em junho, disse que sua recuperação está indo bem, já que ele acaba de receber uma liberação que lhe permite a transição para a próxima fase de seu treinamento.

– Recebi luz verde do meu médico para começar a andar de bicicleta no asfalto, e em algumas semanas estarei voltando a fazer treinos de MTB, depois treinos com minha moto de enduro e finalmente com minha moto de motocross. É ótimo poder ter algumas atividades e é um bom estímulo mental; depois da minha lesão no joelho no início desta temporada, o objetivo era voltar pilotando o mais rápido possível, mas depois dessa lesão na Rússia, eu sabia que levaria bastante tempo, já que eu jamais poderia fazer qualquer atividade por várias semanas. O objetivo sempre foi ter o tempo necessário para voltar 100%, então evitei definir uma data específica para o meu retorno. É claro que é difícil assistir às corridas na televisão, eu gostaria de estar lá, em ação com a minha moto. Estamos acostumados a uma vida muito intensa; em cada corrida, produzimos muita adrenalina e sinto muita falta disso!

Desalle terminou em terceiro no Mundial de Motocross 2018, na categoria MXGP, seu melhor resultado na principal classe do campeonato. Embora atualmente esteja se recuperando de sua lesão, atualmente é o 13º colocado na classificação da MXGP em 2019.