Bruno Crivilin nos GPs da Espanha e de Portugal do Mundial de Enduro

Seguindo o exemplo de Patrik Capila e Luis Oliveira, Bruno Crivilin irá disputar os GPs da Espanha e Portugal do Mundial de Enduro – Foto: Enduro GP

 

Nas últimas temporadas, temos visto pelo menos um piloto brasileiro disputar GPs do Mundial de Enduro.

Primeiro foi o mineiro Rômulo Bottrel em 2014 e 2015, e, em 2016, o capixaba Bruno Crivilin disputou o GP do País Basco (região da Espanha), em Gordexola.

Considerado o melhor piloto brasileiro da atualidade e uma das maiores esperanças do enduro sul-americano, Bruno, que pilota para a equipe Orange BH KTM, vai voltar ao Mundial de Enduro neste ano, nos GPs da Espanha em Santiago de Compostela (28 e 29 de abril) e Portugal, em Castelo Branco (5 e 6 de maio).

O capixaba se junta ao seu conterrâneo Patrik Capila e ao português Luis Oliveira, ambos da Yamaha O2 BH Racing, que também irão disputar os citados GPs.

Crivilin se tornou conhecido internacionalmente após conseguir um excelente resultado no Red Bull Minas Riders 2016.

Mas o seu auge mesmo foi no Red Bull Romaniacs do ano passado, quando conquistou o inédito título na categoria Silver.

No GP do País Basco do ano passado, Bruno disputou a categoria Junior e terminou o primeiro dia na 11ª posição.

No segundo dia, tomou a sábia decisão de não disputar a prova, já que ainda sentia as dores de uma lesão no joelho.

Neste ano ele vai disputar novamente a Junior, mesma categoria de Capila.

Levando em conta o talento demonstrado na etapa do ano passado, a imprensa internacional aponta que Bruno poderia ser um sério candidato ao título da categoria caso estivesse disputando a temporada completa.

De qualquer forma, é muito bem ver o Brasil bem representado no cenário internacional do enduro.