BRMX Tips apresenta etapa de abertura do Arena Cross 2014

Yamaha
arenacros13
Largada da abertura de 2013. Vai começar tudo de novo! – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Começa neste sábado, 22, uma das competições mais importantes do motocross brasileiro, o Arena Cross.

Em sua 16a temporada, a competição ganha força a cada ano. Cada vez mais as equipes e pilotos valorizam os eventos, que contam com transmissão ao vivo pela internet e na televisão.

Neste ano, a abertura será em Blumenau, Santa Catarina, com cobertura completa do BRMX. Assim como no AMA Supercross, antes de cada etapa vamos apresentar a rodada com o BRMX Tips, que são dicas para você acompanhar o evento bem informado. Se liga aí!

 

Transmissão ao vivo

O BRMX disponibiliza a transmissão oficial do evento, que é fornecida pela BRMTV a partir das 19h30, mostrando todas as baterias. Basta acessar a página de eventos ao vivo e acompanhar, da mesma maneira que você já está acostumado a fazer com o AMA SX.

Se você tem Sportv ou Bandsports, pode assistir parte do evento ao vivo na televisão. A Bandsports passa as duas baterias da Pró e a corrida única da MX2 a partir das 21h. A transmissão da Sportv começa às 22h, trazendo a bateria final da Pró ao vivo e, depois, a reprise da primeira bateria da Pró e da MX2.

>>> Acesse aqui para ver ao vivo pela internet!

 

Favoritos na MX2

Não há como negar que as grandes equipes entram como favoritas. Yamaha e Honda estão com os times melhor estruturados do país para esta temporada. Neste caso, Thales Vilardi e Anderson Cidade, pela Yamaha, e Hector Assunção e o atual campeão Paulo Alberto, pela Honda, são os favoritos “naturais”.

5ª Etapa do Arena Cross 2013, realizada em Botucatu (SP)
Paulo Alberto – Foto: Luiz Pires / Vipcomm

 

 

Quem pode surpreender

Dudu Lima é sempre um forte concorrente na MX2. Apesar de estar começando a temporada com baixo investimento, é competitivo. Além dele, Marçal Müller, Gustavo Pessoa e Endrews Armstrong podem brigar pelo TOP 5.

 

Favoritos na Pró

Os gringos Adam Chatfield e Julien Bill, da Honda, e Carlos Campano, da Yamaha, estão entre os principais candidatos. No ano passado, apenas Campano e Chatfield venceram baterias ao lado do campeão Joaquim Rodrigues. E Julien Bill fará sua estreia com credenciais de quem é muito bom no supercross.

Campanoax
Carlos campano – Foto: Mau Haas

 

 

E os brasileiros?

Wellington Garcia integra uma das maiores equipes (Honda Mobil), é bom piloto, evolui a cada ano. Ano passado foi o melhor brasileiro, terminando na quarta colocação após quatro rodadas. Deve brigar na frente.

Jean Ramos, por sua experiência no AMA SX, deve incomodar os gringos. De volta à Honda pela equipe satélite da IMS Racing, tem treinado muito bem, melhor até que o suíço recém-chegado (pelos comentários de bastidores).

Leandro Silva, voltando após um ano afastado do circuito por causa de lesão, deve representar resistência ao estrangeiros. Tem técnica, já foi campeão de Arena, e tem uma das melhores estruturas para se preparar para a modalidade.

Balbi Junior, que seria outro forte concorrente, está nos Estados Unidos e não participa do Arena Cross.

axhondaleandro_bs_08122012005
Leandro Silva está de volta – Foto: Bruno Spada / Vipcomm

 

 

Ausência do campeão

O atual campeão da categoria Pró, Joaquim Rodrigues está fora desta temporada no Brasil. O português ficou sem contrato mesmo sendo campeão da categoria ano passado. Atualmente, o gajo está correndo enduro pela KTM no seu país.

 

Novidades

Jetro Salazar, da Escuderia X, será uma das grandes novidades nesta noite de sábado em Blumenau. Nascido no Equador mas criado profissionalmente no Peru, chega com credenciais de um dos melhores pilotos dos países vizinhos. Vai correr na categoria Pró com moto Honda, sendo que nas últimas temporadas utlizava KTM.

Thales Vilardi estreia neste sábado pela Yamaha. Depois de “uma vida” sobre motos Honda, o paulista especialista em boas largadas correrá pela maior rival. No Arena do ano passado, Thales foi “apenas” quarto colocado na classificação final, ficando atrás de Paulo Alberto, Hector Assunção e Anderson Cidade.

jetrojuan02
Jetro Salazar brigará por pódio?

 

 

Pró gringa

Você já fez este cálculo? São cinco gringos para seis brasileiros entre melhores da categoria Pró. Carlos Campano (Espanha), Adam Chatfield (Inglaterra), Julien Bill (Suíça), Jetro Salazar (Equador) e Humberto “Machito” Martin (Venezuela) formam o time de estrangeiros. Wellington Garcia, Rafael Faria, Jean Ramos, Leandro Silva, Marcello “Ratinho” Lima e Pipo Castro são os principais pilotos brasileiros na classe.

Na MX2, a maioria é brasileira, mas o campeão invicto de 2013, Paulo Alberto, é estrangeiro.

E aí, quem leva vantagem?

5ª Etapa do Arena Cross 2013, realizada em Botucatu (SP)
Chatfield quer recuperar o número 1 – Foto: Luiz Pires / Vipcomm

 

 

Sem categoria feminina

Quando lançou o Arena Cross 2014, a Romagnolli Promoções e Eventos previa inserir a categoria Feminina para fomentar o esporte entre as mulheres. Porém, nesta primeira rodada, não houve meninas suficientes inscritas. Por isso, a categoria Feminina está fora do evento.

 

Forma de disputa

Pró – duas baterias de 15 minutos + uma volta
MX2 – uma bateria de 15 minutos + uma volta
50cc, 65cc e Júnior – uma bateria de cada, todas de 10 minutos + uma volta

Yamaha