BRMX Canelinha’14: o que os pilotos disseram sobre os resultados da terceira etapa do Brasileiro de Motocross 2014

canelinha_brmx_mauhaas-44
Jean Ramos largou na frente na segunda bateria – Foto: Mau Haas / BRMX

 

BRMX reuniu abaixo as avaliações dos melhores pilotos na terceira etapa do Brasileiro de Motocross 2014, realizada em Canelinha, Santa Catarina, neste domingo, 17 de agosto. As declarações mostram como cada um avaliou seu desempenho na rodada. Confira!

 

MX1

Jetro Salazar
“O fim de semana não foi ótimo, mas me saí bem. Fiz duas corridas estratégicas e assumi a liderança. Sei que tenho que trabalhar forte se quero ser campeão, pois logo atrás de mim há pilotos experientes como (Carlos) Campano e Balbi Junior”.

canelinha_brmx_mauhaas-76
Jetro assumiu a liderança do campeonato – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Jean Ramos
“Não consegui um bom rendimento na primeira bateria e coloquei na cabeça que iria pular na ponta na segunda. Deu tudo certo e consegui andar muito mais solto, administrando a vantagem e vencendo a prova”.

canelinha_brmx_mauhaas-65
Jean Ramos ganhou a segunda bateria – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Balbi Junior
“Infelizmente choveu, porque a pista estava muito bem tratada na sexta-feira. Porém, com a chuva, se formou apenas uma linha rápida e ficou quase impossível ultrapassar. Na primeira bateria, larguei bem, estava mais rápido que o Salazar, mas não tinha como passar. Se saía da linha rápida, ficava muito lento. Ele cometeu um erro, eu estava muito perto, e consegui passar ele. Passei, segui rápido e fiquei bastante feliz com a primeira bateria. Na segunda, larguei bem novamente, mas caí depois das costelas, em um atoleiro. Um tombo rápido, mas que me fez sair dentre os últimos. Fui me recuperando até cometer um erro na parte de trás da pista. A partir daí corri com muita dor, cheguei me arrastando no fim, e perdi também a posição pro Kyle Regal. Estou contente com os resultados das últimas corridas. Tem muita coisa para acontecer ainda. Vamos para Campo Grande”.

canelinha_brmx_mauhaas-29
Balbi Junior venceu a sua segunda bateria no ano – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Adam Chatfield
“Estou me sentindo bem melhor. Não fiz uma boa primeira bateria, mas consegui o desempenho que esperava na segunda. Este é meu melhor resultado no ano e minha confiança só aumenta”.

canelinha_brmx_mauhaas-33
Chatfield está rápido outra vez depois da lesão no ombro – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Kyle Regal
“Os resultados não mostram o quanto andei bem hoje! 4-4 nas duas baterias e vim de décimo as duas vezes! Mas, sendo protestado por não ter o visto correto… desculpe, mas ganhei de ti com uma moto vinda direto do Japão, inclusive com suspensão original”, escreveu em seu perfil de Instagram.

canelinha_brmx_mauhaas-17
Norte-americano mostrou melhor desempenho em relação a sua estreia em Pedra Bonita – Foto: Mau Haas / BRMX

 

 

MX2

Paulo Alberto
“A prova estava boa, apesar de muitas canaletas, que fez com que a prova ficasse ainda mais técnica. A liderança isolada me deixa mais tranquilo, mas ainda tem muitas etapas e vamos continuar o trabalho”.

canelinha_brmx_mauhaas-91
Paulo Alberto abriu 14 pontos de vantagem na liderança – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Dudu Lima
“Me senti bem, mas me desgastei muito na primeira bateria. Fiquei no gate, a moto caiu no neutro e eu saí de último. Consegui chegar em segundo, mas estava cansado para a segunda bateria. Teve pouco tempo de descanso entre uma corrida e outra. Aí, na segunda, larguei em primeiro mas estava cansado para aguentar. Estamos no caminho”.

canelinha_brmx_mauhaas-59
Dudu saiu de último para o segundo lugar na primeira bateria – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Thales Vilardi
“Tive uma boa largada na primeira bateria, mas não consegui me acertar, acabei me travando e pilotando tenso. Não andei bem. Já na segunda corrida, fiz o contrário. Larguei mal, mas consegui andar muito bem e recuperei diversas posições. Fiz terceiro na geral desta etapa, mas agora estou em segundo no campeonato. Foram só três etapas, tem mais cinco pela frente. Vou continuar treinando para seguir na disputa”.

canelinha_brmx_mauhaas-58
Thales assumiu a vice-liderança do campeonato – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Hector Assunção
“Acho que na primeira bateria andei bem. Estava em segundo até 25 minutos de corrida, me aproximei um pouco do Paulo (Alberto), mas acabei caindo. Um tombo bobo em uma curvinha, e nessa o Dudu (Lima) me passou. Na segunda, larguei mal, mas me recuperei bem nas duas primeiras voltas. Só que na terceira volta caí com o Fabinho (Santos) em um salto. A moto ficou sem freio e mesmo assim consegui chegar em em nono. Deu pódio no fim. Agora é tentar recuperar os pontos perdidos”.

canelinha_brmx_mauhaas-40
Hector caiu na segunda bateria e teve que levar um ponto no queixo por causa de um corte profundo – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Gustavo Pessoa
“Não desisti até o fim e estou muito contente por isso. Alcancei meu objetivo, que é estar entre os cinco melhores no campeonato, só temos que comemorar”.

canelinha_brmx_mauhaas-131
Gustavo Pessoa ao lado de Cuchi, seu mecânico venezuelano – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Resultados da terceira etapa do Brasileiro de Motocross 2014

MX1
1) Jetro Salazar – 2-3
2) Jean Ramos – 5-1
3) Balbi Junior – 1-5
4) Adam Chatfield – 6-2
5) Kyle Regal – 4-4

MX2
1) Paulo Alberto – 1-1
2) Dudu Lima – 2-2
3) Thales Vilardi – 4-3
4) Hector Assunção – 3-9
5) Gustavo Pessoa – 9-4

 

Classificação após três etapas

MX1
1) Jetro Salazar – 126 pontos
2) Balbi Junior – 120 pontos
3) Jean Ramos – 101 pontos
4) Wellington Garcia – 98 pontos
5) Carlos Campano – 93 pontos

MX2
1) Paulo Alberto – 117 pontos
2) Thales Vilardi – 103 pontos
3) Hector Assunção – 99 pontos
4) Gustavo Pessoa – 69 pontos
5) Anderson Cidade – 63 pontos