Carlos Campano e Hector Assunção vencem sétima etapa do Brasileiro de Motocross 2014

campanochampanhe_santamaria_mauhaas
Carlos Campano tem oito vitórias em 14 baterias disputadas – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Nada de chuva – como se previa – em Santa Maria, Rio Grande do Sul, para a sétima e penúltima etapa do Brasileiro de Motocross 2014. Por outro lado, bastante mudança no rumo do campeonato, que agora tem novos líderes nas categorias MX1 e MX2. Carlos Campano e Hector Assunção venceram as provas em solo gaúcho e assumiram a ponta de suas classes, 450 e 250, respectivamente.
>>> Confira tudo que rolou no sábado!
>>> Aposte no Bolão BRMX até as 11h30!

O público compareceu em bom número para assistir as provas na acanhada, mas complicada, pista montada no bairro Camobi de Santa Maria. E viram duas boas corridas de Carlos Campano, Jean Ramos, Balbi Junior e Ratinho Lima. Viram também a estreia do venezuelano Carlos Badiali no campeonato brasileiro e o retorno ao circuito de Rafael Zeni. Além disso, puderam vivenciar um dia azarado para Thales Vilardi, Paulo Alberto, Wellington Garcia e Jetro Salazar, protagonistas que acabaram abandonando pelo menos uma bateria neste domingo.

A final do campeonato promete emoção. As disputas serão no próximo fim de semana, dias 18 e 19, em Toledo, Paraná. Tanto a categoria MX1 quanto a MX2 está completamente aberta, esperando o novo campeão.

>>> Acesse a classificação atualizada do campeonato!

Confira abaixo o resumo das provas realizadas em Santa Maria!

 

.

MX1

Carlos Campano vence primeira bateria e assume liderança da MX1

campano_santamaria_mauhaas
Espanhol comemora sua sétima vitória em baterias disputadas neste ano – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Carlos Campano venceu a primeira bateria da MX1 em Santa Maria enquanto o ex-líder do campeonato, Jetro Salazar, abandonou a corrida com problemas na embreagem de sua moto. Assim, o espanhol foi para a segunda bateria do dia com quatro pontos a mais que o equatoriano, que caiu para a segunda posição no campeonato. O certame ficou ainda mais embolado depois da primeira prova em Santa Maria, com Jean Ramos em terceiro e Balbi Junior em quarto, também tendo chances claras de título, pois estavam a apenas cinco e seis pontos, respectivamente, de Campano.

A corrida começou com o holeshot de Kyle Regal, seguido de Adam Chatfield, Carlos Badiali e Carlos Campano. Na quinta volta, Campano já era o líder da prova e começava a abrir vantagem. Jetro Salazar, depois de largar mal, teve problema com a embreagem da moto. O equatoriano ficou na pista enquanto pôde, brigou muito com a moto tentando fazer funcionar novamente, mas foi obrigado a abandonar.

A pista estava muito macia, com diversas canaletas, e diversos pilotos sofreram quedas. Wellington Garcia, Adam Chatfield e Humberto “Machito” Martin, entre outros, caíram e não completaram a prova. Quem andou muito bem foi Jean Ramos, Balbi Junior e Marcello “Ratinho” Lima. O trio de brasileiros terminou em segundo, terceiro e quarto lugares, respectivamente.

 

:: Resultado da 1ª bateria da MX1
mx1bat1santamaria

 

 

Campano vence mais uma em Santa Maria

campano_santamaria_mauhaas
Líder do campeonato, Carlos Campano chega como favorito à final – Foto: Mau Haas / BRMX

 

A segunda bateria teve vitória de Carlos Campano, que largou na frente seguido de Adam Chatfield, Ratinho Lima, Jetro Salazar e Jean Ramos. Na terceira volta, o inglês assumiu a dianteira da corrida e liderou até os 10min, quando o espanhol retomou a primeira posição para mantê-la até o final.

Os números de Campano são superiores no quesito vitória. Das 14 provas realizadas nas 7 etapas, Campano ganhou 8. E das 7 etapas realizadas, o atleta Yamaha saiu vencedor na soma geral em 4 delas.

Com a vantagem do espanhol na bateria, as disputas foram emocionantes pela segunda colocação. Jetro Salazar estava forte na segunda colocação quando teve que abandonar a prova, outra vez com problemas mecânicos. Na sequência, apareciam Jean Ramos e Balbi Junior, que fizeram uma bela disputa pela segunda colocação.

A três minutos do fim, Balbi conseguiu a ultrapassagem em Jean para se garantir em segundo na prova, no pódio e no campeonato. Assim, a última etapa, que acontece no próximo fim de semana, terá uma briga direta pelo título entre Campano, Balbi, Jean e Jetro.

Wellington Garcia, que caiu e abandonou a primeira bateria, nem alinhou na segunda corrida do dia em Santa Maria. Ele foi levado ao hospital com dores nas costas.

 

:: Resultado da 2ª bateria
mx1bat2santamaria

 

:: Soma das duas baterias MX1
mx1somasantamaria

.

MX2

Paulo Alberto vence primeira bateria. Thales cai e desloca o ombro

thales_paulo_mauhaas_santamaria
Uma das tantas disputas dos dois em Santa Maria – Foto: Mau Haas / BRMX

 

O português Paulo Alberto saiu vencedor da primeira bateria em Santa Maria e reassumiu a liderança do campeonato. Ele e Thales Vilardi disputaram a prova volta a volta até o momento que Thales caiu, deslocou o ombro e abandonou. Detalhe: faltavam apenas duas voltas para a bandeira quadriculada.

Thales fez o holeshot, seguido de Anderson Amaral, Hector Assunção, Paulo Alberto e Anderson Cidade. Ainda primeira volta, Amaral perdeu posições e foi parar na quinta colocação. Então se iniciou uma briga ferrenha pela primeira colocação entre Thales e Paulo.

O português assumiu a liderança com 8min de corrida, e Thales recuperou a dianteira aos 15min. Muito mais rápidos que os demais, ambos chegaram a dar volta no quarto colocado, Dudu Lima. Porém, quando iriam receber a placa de duas voltas para o fim, na curva antes da mesa de chegada, Paulo ultrapassou Thales, que caiu na sequência e teve que ser socorrido pelos médicos.

 

:: Resultado 1ª bateria MX2
mx2 bat 1

 

 

Segunda bateria muda campeonato

hector_santamaria_mauhaas
Hector Assunção pode conquistar o bicampeonanto no próximo fim de semana – Foto: Mau Haas / BRMX

 

A segunda bateria mudou o campeonato da MX2. Hector Assunção venceu e assumiu a liderança do certame. Paulo Alberto, com problemas na moto, e Thales Vilardi, com os ombros machucados, abandonaram a corrida.

Thales Vilardi, depois de cair na primeira bateria e machucar os dois ombros, alinhou no gate para a segunda corrida. Porém, o piloto mal conseguiu completar algumas voltas, pois seu ombro deslocou outra vez nas primeiras voltas. Thales conseguiu completar apenas quatro voltas e abandonou.

O abandono de Paulo Alberto foi ainda mais dramático. O português ficou atolado em uma das curvas de terreno mais macio do circuito e, depois de brigar muito para tirar a moto da lama, teve que abandonar. Porém, antes de abandonar, Paulo lutou, tentou consertar a moto com as próprias mãos. Sem êxito, empurrou a moto até o pit lane (área dos mecânicos), onde seu mecânico poderia tentar consertar a moto para ele voltar a corrida. Entretanto, ao chegar no pit, eles viram que nada poderia ser feito, e o piloto ficou sem pontuar na segunda bateria.

Com as motos em movimento, Anderson Cidade liderou as primeiras voltas, até ser superado por Paulo Alberto e Hector Assunção. Quando Paulo saiu da prova, Hector assumiu a liderança e jamais largou. Liderou até o fim para assumir a ponta do campeonato. O paulista tem sete pontos de vantagem para seu companheiro de time, Paulo Alberto, e 17 a mais que Thales Vilardi.

Outra boa disputa nesta segunda bateria foi entre Anderson Amaral, Fabinho Santos e Pepê Bueno. Os três duelaram pela terceira colocação – Dudu Lima chegou a andar na frente, mas também ficou atolado em uma curva. Amaral conseguiu abrir uma pequena vantagem de Pepê, que perdeu a quarta colocação para Fabinho Santos na última volta.

 

:: Resultado da 2ª bateria MX2
mx2bat2santamaria

 

:: Soma das baterias MX2
mx2somasantamaria

.

 

Vinícius Abreu de Sá vence Júnior

abreu_santamaria_mauhaas
Vinícius Abreu acabou como vice-campeão – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Os pilotos da Júnior entraram na pista para a última etapa do Brasileiro de Motocross da categoria para disputar a segunda posição, já que Enzo Lopes conquistou o título antecipado na penúltima etapa da categoria, em Paty do Alferes, Rio de Janeiro.

Leonardo Almeida largou na frente, mas teve problemas na moto. Quem aproveitou foi o paulista Frederico Spagnol que assumiu a ponta, mas não por muito tempo, o piloto perdeu a posição para o paranaense Lucas Nogueira. Em seguida Spagnol acabou ficando em uma canaleta e Vinicius Abreu assumiu a segunda posição. José Felipe Mombach e Renato Paz aproveitam e também fizeram a ultrapassagem. Spagnol voltou em quinto lugar, mas acelerou e acabou finalizando em quarto.

Aos 16 minutos de prova, Vinicius acelerou e ultrapassou Lucas na curva antes da largada e venceu a disputa.

– Foi uma prova muito boa. Larguei mal, mas consegui ganhar algumas posições, com alguns pilotos caindo e algumas ultrapassagens. Estou muito feliz. Foi a minha primeira vitória – declara Vinicius de Abreu.

Mesmo em quarto na prova, Frederico Spagnol ficou em segundo lugar na classificação do campeonato.

– Não comecei muito bem o Campeonato. O líder acabou abrindo muito. Mas consegui um bom resultado ao me tornar vice-campeão da categoria – afirma Frederico Spagnol.

 

santamariamxjunior

 

.

Treinos de aquecimento (warm-up)

MX1
mx1warmupsantamaria

 

MX2
mx2warmup

 

Júnior
mxjuniorwarm