Brasileiros vão ao Mundial de Motocross Júnior 2014, na Bélgica, com objetivos diferentes

muguinho
Muguinho terá sua primeira experiência internacional – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Enzo Lopes, Renato “Muguinho” Paz, Thiago Brenner e Ramyller Alves vão à Bélgica no início de agosto para a disputa do Mundial de Motocross Júnior 2014. Muguinho e Brenner disputam a categoria 85cc, enquanto Lopes e Alves encaram a 125cc. A confirmação das inscrições dos brasileiros foi divulgada nesta quarta-feira, 16, pela Youthstream, organizadora do evento. A corrida deste ano será na pista de Lierneux, nos dias 9 e 10 de agosto.

São 289 pilotos inscritos nas categorias 65cc, 85cc e 125cc, representantes de 38 países diferentes. O Brasil esteve presente nos últimos três anos nesta competição. Enzo Lopes conquistou até o hoje o melhor resultado, um vice-campeonato na categoria 65cc, em 2011. Thui Todeschini (em 2012) e Matheus Favero (em 2013) também já correram o Mundial Júnior.

A saga de Muguinho e Thiago começa no dia 4 de agosto, quando saem do Brasil rumo a Europa, enquanto Enzo e Ramyller vão para o Velho Mundo depois de disputarem o Loretta Lynn, nos Estados Unidos, uma semana antes. Com objetivos diferentes, cada um tem sua própria meta na Bélgica.

– Nosso sonho é participar. Queremos classificar entre os 40 melhores e ir para as baterias finais – diz Renato “Mugão” Paz, pai de Muguinho, que vai acompanhar a “delegação” comandada por Manuel Carlos Hermano, o Cacau, quem tem bom trânsito na Yamaha e conseguiu apoio da marca na Bélgica.

A competição começa no sábado, com treinos livres e treinos cronometrados que definem os 40 melhores que disputarão as duas baterias de 20min no domingo, válidas pelo Mundial.

– Tem uns oito pilotos que muito top na minha categoria. Eu gostaria muito de ficar entre os dez melhores. Estou treinando muito forte para fazer um bom resultado – acrescenta Muguinho, que terá sua primeira experiência internacional.

– Assisti vídeos da pista no Youtube e gostei. Ela parece bem veloz. A expectativa é classificar – afirma Brenner, que já teve outras experiências no exterior, em corridas regionais nos Estados Unidos.

 

Enzo Lopes salta para a 125cc e pega conterrâneo Ramyller Alves

enzolopes
Enzo repetirá duelo contra Ramyller, agora no Mundial – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Depois do vice-campeonato mundial na 65cc, Enzo teve duas participações modestas na mesma competição na categoria 85cc (terminou em 15º em 2012 e em 11º). Agora, por causa da idade (completará 15 anos em agosto) foi obrigado pela organização a correr na 125cc.

– Viajo para os Estados Unidos na segunda-feira (21 de julho) para treinar no MTF – Millsaps Training Facility. Depois participo do Loretta (categorias Supermini 1 e 2) e na sequência vou para a Europa. Acho que o Mundial será o mais difícil de todos, mas espero andar bem. Quanto ao Loretta, acho que tenho condições de vencer – vislumbra o atleta.

ramy2
Ramyller Alves – Foto: Arquivo pessoal

Ramyller Alves diz que está 100% recuperado da lesão sofrida em janeiro deste ano e espera fazer um grande resultado tanto no Loretta quanto no Mundial.

– Sempre entro para ganhar, para ser o primeiro. Tenho treinado muito duro com meu técnico, Nicolas Stankov, e mal posso esperar pelas corridas. Quando a lesão, estou me sentindo muito bem – diz o atleta que é nascido nos Estados Unidos, mas é filho de brasileiros e por isso tem dupla nacionalidade.

Enzo e Ramyller já travaram bons duelos na categoria Júnior do Brasileiro de Motocross e do Arena Cross 2013. Agora os dois medirão forças também no Mundial MXJr.

Detalhe é que o Mundial de MX vai acontecer no mesmo fim de semana da quarta etapa do Arena Cross, em Jundiaí, São Paulo. Para não prejudicar Enzo Lopes, Muguinho e Thiago Brenner, a organização do Arena estuda fazer última etapa com pontuação dobrada na categoria Júnior.

 

ASW faz roupa especial

Mesmo que não se configure um “Time Brasil” como no Motocross das Nações, Muguinho, Brenner e Alves vestirão uma roupa especial em alusão ao país. As peças foram confeccionadas pela ASW Racing, que está apoiando os pilotos nesta jornada. Enzo Lopes NÃO usará a roupa porque tem outros patrocinadores pessoais. Confira como serão os uniformes!

aswmundial

 

Adversários favoritos

Baseado nos desempenhos dos anos anteriores, o BRMX indica os favoritos em cada classe para esse Mundial na Bélgica. É interessante ver como nomes de pilotos que hoje aparecem no Mundial de MX2 e até mesmo no AMA MX, tiveram bons desempenhos no Mundial Júnior em anos anteriores. Alguns exemplos são: Chase Sexton (EUA), Sean Cantrell (EUA), Jonass Pauls (Letônia), Jorge Zaragoza (Espanha), Joey Savagty (EUA), Jeremy Seewer (Suíça), Tim Gajser (Eslovênia), entre outros. Fique de olho nas próximas promessas!

.
:: 85cc
Jorge Prado abre favoritismo – espanhol da Red Bull KTM é, com certeza, o nome a ser batido nesta categoria. Mas o campeão da 65cc de 2011 está lesionado e fora do Mundial. Sem ele a vaga de favorito fica entre os pilotos com apoio de fábrica, como o italiano Gianluca Facchetti (Suzuki), o finlandês Kim Savaste (KTM) e o belga Jago Geerts (KTM).

:: 125
Brian Hsu – o alemão patrocinado pela Suzuki é o favorito para vencer a competição. Ele já foi campeão na 85cc em 2012.

 

* Texto atualizado às 20h15