Bárbara Neves defende título latino-americano de Enduro

Yamaha
Bárbara Neves vai ao Chile de olho no bicampeonato latino-americano de Enduro – Foto: Idário Café/Mundo Press.

 

A piloto Bárbara Neves, da equipe Honda Racing Brasil, participa nesta semana do Latino-Americano de Enduro Feminino e Infantil. Bicampeã brasileira de Enduro FIM, a goiana de 19 anos defende o título da competição, que será realizada em Pichilemu, a cerca de 200 quilômetros de Santiago, no Chile. Nesta sexta-feira, 4, serão realizadas as vistorias técnicas, bem como o reconhecimento a pé do percurso da prova. As disputas estão marcadas para sábado e domingo, 5 e 6.

Primeira mulher a integrar o time oficial na história da Honda Racing Brasil, Bárbara vive um ano intenso de atividades. Além do Brasileiro de Enduro FIM, ela conquistou em 2019 o bicampeonato do Enduro da Independência e o vice do Ibitipoca Off-Road – ambas tradicionais provas de regularidade do país.

– Estou bastante confiante para esse desafio internacional. Participei da prova no ano passado, nessa mesma região de cascalho e pedra. O objetivo é conquistar novamente o título, destaca a piloto, que neste ano disputará a categoria Pró, que reúne as principais competidoras. Em 2018, ela correu na Open Júnior (para atletas de até 21 anos).

Nas competições no Brasil, Bárbara utiliza a motocicleta Honda CRF 250F, modelo de fabricação nacional. Para o Latino-Americano, a piloto vai definir entre duas motos Honda qual usará na disputa.

– Vou optar entre a CRF 250R e a CRF 250RX. Andarei nos dois modelos assim que chegar no Chile para sentir em qual deles me adapto melhor lá. Ambos são bem diferentes da minha moto, mas estou treinando para chegar e me adequar o mais rápido possível, conta.

Depois do Latino-Americano de Enduro, Bárbara tem no calendário mais uma prova fora do Brasil: o Enduro Internacional Feminino, em Lousada, Portugal, no dia 20 de outubro.

Versátil, Bárbara Neves compete de forma paralela no Brasileiro de Cross Country, só que entre os homens da categoria Nacional Força Livre. Ela venceu a corrida da segunda etapa, no último domingo, 29, em Rio Verde, Goiás, com a motocicleta Honda CRF 250F.

O resultado levou a goiana à liderança da categoria.

– Foi a primeira vez que eu ganhei uma corrida de cross country contra os meninos, o público foi ao delírio, comemora a piloto

Yamaha