Arena Cross 2016 começa dia 19 de março, em Jundiaí, São Paulo

largadaarena
Temporada começa em São Paulo – Crédito: Mau Haas / BRMX

 

A organização do Arena Cross Brasil divulgou nota nesta sexta-feira, 5, informando o calendário da competição para 2016. A primeira etapa será no dia 19 de março, em Jundiaí, interior do estado de São Paulo.

A competição terá ainda mais quatro etapas, sendo quase todas em São Paulo – Campinas, Ilha Bela e Ilha Comprida. Apenas a última rodada está com cidade indefinida.

– Cada cidade que sedia uma prova do Arena recebe uma herança financeira importante. A cada final de semana são mais mil pessoas entre organização, imprensa, pilotos, equipes, Staffs que consomem na cidade. Os setores de hotelaria, alimentação e serviços em geral ganham muito. Sem contar a geração temporária de emprego a cada prova. Em tempos de turbulência econômica, aliar entretenimento com geração de renda para o município é muito importante – Destaca Carlinhos Romagnolli, CEO da Romagnolli Promoções e Eventos.

 

Calendário Arena Cross 2016

19 de março – Jundiaí, SP
9 de abril – Campinas, SP
30 de abril – Ilha Bela, SP
21 maio – Ilha Comprida, SP
11 de junho – À definir

 

Transmissão ao vivo

A temporada 2016 do Arena Cross continuará a ser transmitida ao vivo pela internet – aqui no BRMX – e pelos canais Sportv, Bandsports e Band internacional.

 

Relembre 2015

A temporada 2015 foi marcada pelo domínio do português Paulo Alberto, da Honda Mobil, na MX PRÓ. Seu maior concorrente foi o brasileiro Jean Ramos, da Yamaha Grupo Geração, sendo que o título só foi definido na última bateria do ano, em Ilhabela, São Paulo. O título da MX2 ficou nas mãos de Hector Assunção, que em 2016 disputará a categoria Pró.

– Em 2014 todos lutaram contra o espanhol Carlos Campano. Em 2015 eram todos atrás de Paulo Alberto. Essa temporada deve ser novamente acirrada entre as nações no Arena Cross. Creio que os brasileiros estarão mais preparados esse ano, o Jean (Ramos), por exemplo, fez uma segunda metade de campeonato excelente em 2015, não conquistou o título por muito pouco. Acho que será um grande embate entre eles, e também entre as equipes que correm com motos da Honda, Yamaha, Kawasaki, entre outras. Não tenho dúvida que o nível técnico será ainda maior – diz Leandro Romagnolli, diretor de marketing da organização.