Após oitavo lugar na segunda bateria, Mariana Balbi termina Mundial de Motocross, na Alemanha, na quinta colocação geral

maribalbi903
Mari Balbi em disputa com a australiana Meghan Rutledge – Foto: Youthstream

 

O segundo dia de corrida para Mariana Balbi foi mais complicado na quinta etapa do Mundial de Motocross Feminino, que aconteceu neste fim de semana, 21 e 22, em Teutschenthal, na Alemanha. Após conquistar a terceira colocação na primeira bateria, realizada sábado, a brasileira terminou em oitavo na segunda prova, que ocorreu neste domingo. Assim, depois da soma dos resultados, ela sai como a quinta melhor piloto do GP da Alemanha 2014.

A disputa pelo primeiro lugar ficou entre a italiana Chiara Fontanesi e a australiana Meghan Rutledge. Cada uma venceu uma bateria. Na soma, vantagem para Rutledge, que ganhou a segunda prova, mas Fontanesi manteve a liderança do campeonato, agora com 210 pontos, apenas quatro a mais que a australiana.

>>> Acesse a classificação do campeonato

– Muito obrigada a todos que torceram por mim, foi muito bom poder andar entre as melhores do mundo e ainda melhor saber que ainda continuo sendo uma delas! Hoje a segunda bateria não foi tão boa, estava muita lama e acabei comentando um erro ao tirar meus tearoffs, puxei todos de uma vez na primeira volta, ficando sem óculos no resto da corrida! Mas ainda sim terminei na quinta colocação no overall graças a Deus! Estou muito feliz! – declarou a piloto em seu perfil de Facebook.

O resultado deu 33 pontos para a brasileira na classificação do campeonato. Tendo corrido apenas esta rodada, Mari ocupa a 18ª posição na tabela. A sexta e última etapa do Mundial Feminino será na República Tcheca, nos dias 26 e 27 de julho.

Esta foi a primeira vez que uma brasileira correu o Mundial de Motocross Feminino. Mariana também foi a primeira mulher do mundo a se classificar para as finais de uma etapa do Mundial MX entre os homens, em 2009, no GP Brasil realizado em Canelinha, Santa Catarina.

A piloto corre no Brasileiro de Motocross nas categorias MXF (só para mulheres) e na MX3, para homens com mais de 35 anos e mulheres com mais de 18 anos.

 

:: Resultado GP da Alemanha – soma das baterias
1. Meghan Rutledge (Austrália, Kawasaki) – 2-1
2. Chiara Fontanesi (Itália, Yamaha) – 1-2
3. Livia Lancelot (França, Kawasaki) – 4-3
4. Stephanie Laier (Alemanha, Suzuki) – 5-4
5. Mariana Balbi (Brasil, Kawasaki) – 3-8

 

:: Melhores momentos da primeira bateria

 

:: Melhores momentos da segunda bateria

* Texto atualizado às 13h26 deste domingo, 22