Entrevista: Alex Martin comemora sua primeira vitória “de fato” no AMA Motocross 2016

martin_cudby
“Quando passei pela bandeira quadriculada, foi inacreditável” – Fotógrafo: Simon Cudby

 

Ele conseguiu! Alex Martin, piloto da equipe Star Racing Yamaha, venceu literalmente sua primeira corrida. Não como em Glen Helen, quando conquistou 2-2 e ficou em primeiro lugar na geral, mas no último sábado, 23, em Washougal, o piloto comprovou aquela sensação única de passar pela bandeira quadriculada em primeiro.

Nesta nona etapa, Martin fez 1-2 e ficou em primeiro também na geral. Na classificação do campeonato, ele está em quarto lugar, com apenas dois pontos a menos que Joey Savatgy, e quatro do seu irmão, Jeremy Martin. Cooper Webb segue mais a frente, com 55 pontos a mais.

Após a vitória, Martin conversou com a imprensa americana para comentar sobre sua melhor corrida até agora. Confira!

 

Bela corrida, Martin!
Alex Martin: Liderar todas as voltas na primeira bateria hoje foi muito legal. Tive um pouco de pressão do Savatgy e me senti bem por superá-lo. Estive tão perto várias vezes durante o ano, e é frustrante. Então cruzar a linha de chegada pela primeira vez, em primeiro lugar, me deixou em êxtase. Mesmo quando venci em Glen Helen, tinha feito 2-2. Quando venci essa bateria, tive a melhor sensação do ano. Então tive que me concentrar na segunda bateria. Não fiz uma boa largada, mas foi um caos logo no começo e encontrei o meu caminho. O público estava muito empolgado, quando passei pela bandeira quadriculada, foi inacreditável. Me arrepiou o quanto eles gritaram, eles estavam torcendo muito. Foi demais!

Você sempre esteve entre os dez primeiros aqui. Qual foi a grande mudança hoje?
Alex Martin: Acho que eu ter começado com o holeshot. Isso realmente me ajudou. Fiz 6-10 nos treinos, e obviamente a velocidade não estava boa. É difícil de ultrapassar aqui, Savatgy ficou atrás de mim desde o começo, e sei que ele estava sofrendo com isso. Tentei me manter firme e seguir meu traçado.

Em algum momento você pensou que não conquistaria essa vitória?
Alex Martin: Sim, eu estaria mentindo se dissesse que não passou pela minha cabeça. Tudo o que vai acontecendo nas etapas anteriores, você começa a imaginar. Até mesmo na semana passada, quando perdi faltando três voltas para o final. Isso passava na minha cabeça, mas eu queria muito vencer. E foi uma sensação maravilhosa vencer e tirar todos esses pensamentos da minha cabeça.


Você sabia que Webb e Jeremy estavam no meio do acidente?
Alex Martin: Não, eu não tinha ideia. Nós temos 5 companheiros de equipe e é difícil você saber quem caiu. Eu achei que fosse o Savatgy, porque ele estava na minha frente. Mas quando vi a queda, apenas tentei encontrar um caminho e sair. Eu não sabia que era o meu irmão, e ele terminou bem atrás. Analisando a classificação, estamos todos perto.

Um segundo lugar na corrida mas uma grande diferença para você?
Alex Martin: Sim, com certeza. Seria muito legal se nós três (Cooper Webb, Jeremy Martin e Alex Martin) ficássemos entre os três primeiros, acho que isso nunca aconteceu. Ao mesmo tempo, quero terminar na frente deles. Esse é o meu objetivo.

Você sabia que estava no controle para vencer a geral?
Alex Martin: Sim, eu sabia. Venci a primeira corrida e na segunda, todos que estavam na minha frente no começo, foram para trás. Então sabia que ia dar certo.

 

martin_cudby2
Pódio da etapa – Fotógrafo: Simon Cudby