Alemão Max Nagl planeja retorno às pistas para agosto, quando acredita que estará recuperado da lesão nas costas


Alemão diz que nem assiste às provas do Mundial de Motocross na televisão, já que não pode estar na pista – Foto: KTM Images

Max Nagl – Red Bull KTM – planeja sua volta às pistas para agosto, depois de passar por pelo menos três cirurgias para sanar uma lesão nas costas sofrida em 2011.

Sem competir desde então, o companheiro de equipe de Antonio Cairoli, esteve a passeio no GP da Bélgica, dia 17, e conversou com a equipe de imprensa da Youthstream, empresa que organiza o Mundial.

Veja a seguir o que ele contou sobre os últimos seis meses de recuperação e sobre seus planos de retorno.

Como está sua lesão?
Ainda está difícil. Fiz a última cirurgia há cinco semanas e agora começo, lentamente, a pedalar e me exercitar. Talvez eu possa correr em agosto, em Loket (GP da República Tcheca, maracado para 5 de agosto).

Você sabe o que vai acontecer em 2013. Alguma chance com a Red Bull KTM ou com outro time?
Não tenho contrato para o próximo ano. Acho que as equipes vão esperar eu voltar e ver como estou. Mas espero continuar com a Red Bull KTM, apesar de ele não terem comentado nada a respeito ainda.

Deve ser um momento difícil mesmo, porque é óbvio que as equipes não estão procurando por um piloto lesionado.
É normal que todos estejam um pouco assustados com a situação do meu corpo. Mas há uma boa chance de que ele volte ao normal novamente.

Você tem acompanhado as corridas pela TV?
Sabe que, por ser tão difícil estar ausente, eu nem assisto. Fui a Valkenswaard (abertura do Mundial, na Holanda) e para Bélgica (oitava rodada), mas não consigo ver todos competindo pela televisão se eu não estou lá também.

Nem é bom para minha cabeça. Estou me mantendo ocupado para entrar em forma, pensando apenas em fisioterapia, treinos, exercícios, e tentando me divertir fora do esporte. Espero estar de volta às corridas o mais rápido possível.