Adam Chatfield e Jean Ramos comentam lance polêmico do Brasileiro de Motocross em Limeira

mx1_BRMX_2016_mauhaas-59
Lance aconteceu na primeira volta da bateria – Fotógrafo: Mau Haas / BRMX

 

Um lance na primeira volta da primeira bateria da MX1, em Limeira, causou polêmica. Adam Chatfield e Jean Ramos saíram na frente, disputando a primeira colocação curva a curva. E, numa mesa após curva pra esquerda, e antes de uma curva para direita, Adam Chatfield salta e ergue a perna para o lado.

Chatfield explicou após a corrida que foi um movimento para se equilibrar, que sua intenção “jamais foi colocar o Jean em risco”.

– Na curva antes do salto, fui por dentro para fazer a ultrapassagem. Mas me desequilibrei na saídas das canaletas, que eram muito próximas umas das outras, e coloquei a minha perna para o lado para me equilibrar. E eu estava feliz por ter assumido a liderança. Estava na frente do Jean, não do lado, e ele estava longe. A foto engana um pouco. Se você olhar bem, dá para ver que estou afastado dele. Tanto que a próxima curva era pra direita, e se ele estivesse do meu lado, teria feito a curva seguinte na minha frente. Jamais tive a intenção de chutar ele. Sempre faço este movimento de tirar a perna direita no ar, é quando estou me divertindo na pista. E, depois da corrida, conversei com o Jean e ele estava bem – explicou Adam.

O BRMX também conversou com Jean Ramos para saber o que ele achou do movimento de Adam.

– Não é um movimento comum de se ver no nosso esporte durante uma corrida. Não sei qual foi a intenção do Adam, de se equilibrar ou proteger a posição. Ele é um piloto duro dentro da pista, você precisa estar atento a todo instante quando está disputando com ele. Acho que ele foi imprudente. Se ele encosta na minha roda, caímos os dois – disse Jean.

Já no próximo sábado, 21, os atletas voltam a competir. Desta vez será no Arena Cross, em Ilha Bela, litoral de São Paulo, pela terceira rodada da competição. Acompanhe tudo aqui no BRMX!