Abertura do Brasileiro de Enduro FIM 2018 reúne mais de 200 pilotos

Yamaha
Brasileiro de Enduro FIM 2018
Crivilin saiu na frente – Foto: Idario Cafe

 

O Brasileiro de Enduro FIM 2018 promoveu grande festa off-road na etapa de abertura, que terminou neste domingo, 18, no Shopping SerrAzul, em Itupeva, SP.

Após dois dias de muita adrenalina, a prova foi marcada por disputas acirradas e a presença de mais de 200 pilotos – com destaque para os participantes do projeto “Enduro Para Todos”, cujo objetivo foi incentivar a entrada de amadores para o esporte.

“Foi uma prova fantástica, a participação de mais de 200 pilotos é inédita na abertura do Brasileiro de Enduro”, disse Maurício Brandão, diretor da modalidade na Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).

“Os competidores abraçaram o projeto Enduro Para Todos, sem dúvidas a ideia renderá muitos frutos para a modalidade. Todos puderam ver de perto as feras do Brasileiro de Enduro, que deram show. Outro ponto importante foi o entrosamento entre a nossa equipe e o time dos organizadores locais”, continuou.

Fábio Campos, diretor da Sacramento MotorSports, é o idealizador do projeto “Enduro Para Todos”.

“O nosso objetivo foi trazer novos praticantes para o enduro e oferecer um circuito de qualidade, bem montado e totalmente sinalizado. Todas as vagas disponíveis para o Enduro Para Todos foram preenchidas, o evento foi bastante elogiado. Estamos muito felizes pelos resultados”, concluiu.

 

Crivilin sai na frente

Nas trilhas, o grande vencedor foi o capixaba Bruno Crivilin (equipe Orange BH KTM Racing). Ele saiu na frente na categoria Enduro GP, que reúne os mais rápidos da competição, e venceu os dois dias de prova. O duelo foi equilibrado com o português Luis Oliveira (Yamaha O2 BH Racing), mas o brasileiro levou a melhor por apenas seis segundos de diferença nos resultados acumulados.

“A briga foi ótima. Pelo nível dos pilotos, o campeonato será muito disputado nesta temporada. Todos estão evoluindo bastante a cada ano, assim como o Campeonato Brasileiro”, explicou Crivilin. Bicampeão brasileiro, Luis Oliveira está analisando se irá competir mais uma vez em todas as etapas do campeonato na temporada 2018. “Este é o terceiro ano que sou convidado para correr no Brasil e a modalidade está no caminho certo. Todos estão de parabéns”, concluiu.

Confira os vencedores por categoria: Bruno Crivilin (E1), Luis Oliveira (E2), Rômulo Bottrel (E3 – Yamaha O2 BH Racing), Tiago Wernersbach (E4 – Moto Litoral), Patrik Capila (EJúnior – Yamaha O2 BH Racing), Maiara Basso (EFeminina – Sacramento KTM Racing), Nielsen Bueno (E35 – Equipe Husqvarna), Cassiano Tebaldi (E40 – Sacramento KTM Racing), Pélmio Simões (E45 – Yamaha O2 BH Racing), Fábio Campos (E50 – Sacramento KTM Racing) e Gabriel Bellaver (EAmador).

O Campeonato Brasileiro de Enduro FIM 2018 é patrocinado por Rinaldi, Yamaha, ASW, Tech Ride, Edgers, MR Pro Braces, Jeri Aventure Ride, KTM Sacramento, O2BH Yamaha, Motorex e Sig Visual.

 

Resultados

Abertura do Brasileiro de Enduro FIM 2018

Classificação após a primeira etapa

Categoria Enduro GP
1 – Bruno Crivilin – 50 pontos
2 – Luis Oliveira – 44 pontos
3 – Rômulo Bottrel – 34 pontos
4 – Patrik Capila – 34 pontos
5 – Júlio Ferreira – 34 pontos

E1
1 – Bruno Crivilin – 50 pontos
2 – Gabriel Soares – 44 pontos
3 – Nicolas Rodriguez – 40 pontos
4 – Diego Colett – 36 pontos
5 – Willian Palandi – 32 pontos

E2
1 – Luis Oliveira – 50 pontos
2 – Vinícius Calafati – 42 pontos
3 – Júlio Ferreira – 42 pontos
4 – Gustavo Pellin – 34 pontos
5 – Victor Miranda – 34 pontos

E3
1 – Rômulo Bottrel – 50 pontos
2 – Felipe Carlette – 42 pontos
3 – Felipe Legarrea – 40 pontos
4 – Rodrigo Corsi – 38 pontos
5 – Yuri Aizemberg – 32 pontos

E4
1 – Tiago Wernersbach – 47 pontos
2 – Marcos Vinícius Souza – 47 pontos
3 – Ronald Santi – 38 pontos
4 – Anderson da Luz – 38 pontos
5 – Eder de Souza – 31 pontos

EJúnior
1 – Patrik Capila – 50 pontos
2 – Vinícius de Sá – 40 pontos
3 – Willian Lauers – 40 pontos
4 – Washington Pereira – 40 pontos
5 – Augusto Benvenutti – 16 pontos

E Feminina
1 – Maiara Basso – 50 pontos
2 – Janaina Fagundes – 44 pontos
3 – Bárbara Neves – 40 pontos
4 – Tainá Aguiar – 36 pontos
5 – Marcely Cazadini – 32 pontos  

E35
1 – Nielsen Bueno – 50 pontos
2 – Diogo Resende – 44 pontos
3 – Anderson Vieira – 40 pontos
4 – André Barbosa – 36 pontos
5 – Igor Reolon – 32 pontos

E40
1 – Cassiano Tebaldi – 50 pontos
2 – Adriano de Ávila – 44 pontos
3 – Fernando Teixeira – 40 pontos
4 – Sidnei Siquela – 36 pontos
5 – Marcos Bertelle – 31 pontos

E45
1 – Pélmio Simões – 50 pontos
2 – Fábio Moreira – 42 pontos
3 – Laurindo Filho – 42 pontos
4 – Maurício Fernandes – 36 pontos
5 – Rodrigo Alcy – 32 pontos

E50
1 – Fábio Campos – 50 pontos
2 – Manuel Francisco – 44 pontos
3 – Romeu Enrich – 38 pontos
4 – Marcos Benvenutti – 36 pontos
5 – Poy – 33 pontos

EAmador
1 – Gabriel Bellaver – 50 pontos
2 – Roberto Theodoro – 44 pontos
3 – Lucas Colombo – 38 pontos
4 – Renato Uemura – 34 pontos
5 – Uiliam Brunetta – 31 pontos

Yamaha