4 meses depois, Itália é desclassificada do Motocross das Nações 2018

Itália vice-campeã do Nações 2018? Esqueça essa cena!

 

A FIM anunciou nesta terça-feira, 29, que fez uma revisão no resultado final do Motocross das Nações 2018, disputado em RedBud, nos Estados Unidos.

No evento, amostras de combustível foram retiradas e testadas de oito motos que disputaram a competição.

Sete delas passaram no teste de combustível, mas a moto do italiano Michele Cervellin foi reprovada.

Por conta disso, a Itália foi desclassificada retroativamente, caindo para a última posição (30º lugar).

Originalmente os italianos haviam sido vice-campeões, apenas dois pontos atrás da França, que venceu o evento.

Os novos resultados dão o vice-campeonato para a Holanda, e o terceiro lugar para a Grã Bretanha.

Austrália e Estados Unidos respectivamente completam os cinco primeiros.

Já o Brasil subiu da 17ª para a 16ª posição.

As motos sorteadas para o teste de combustível foram as de Justin Barcia (EUA), Jeremy Van Horebeek (Bélgica), Michele Cervellin (Itália), Eli Tomac (EUA), Jordi Tixier (França), Aaron Plessinger (EUA), Hunter Lawrence (Austrália) e Antonio Cairoli (Itália).