Search

Três brasileiros disputam Rally Dakar 2017 nas motos

rally dakar 2017

Ricardo Martins vai pela Yamaha Brasil no Rally Dakar 2017- Fotógrafo: Gustavo Epifanio

 

O Brasil terá três representantes – e estreantes – no Rally Dakar 2017. O atual campeão do Rally dos Sertões, Gregorio Caselani (Honda South America), o catarinense Ricardo Martins (Yamaha Grupo Geração) e o piloto Richard Fliter. Ao todo, são 168 pilotos inscritos na classe das motos, sendo que 49 são estreantes.

A bordo de uma Yamaha WR 450F, Martins encara o desafio entre os dias 2 e 14 de janeiro, partindo do Paraguai, passando por Bolívia e Argentina, para completar quase 9 mil quilômetros de trajeto nos mais variados tipos de terreno e clima.

– Estou preparado mental e fisicamente para este desafio. É um sonho participar do Dakar. Sei que será difícil, que é a competição mais complicada que eu vou enfrentar na minha carreira, mas pretendo completar os 12 dias de prova. Treinei bastante, sei que o equipamento é bom, e sei que se completar todos os dias, terei um resultado satisfatório no final. Vou trabalhar para isso – comenta.

Nesta quinta-feira, 15, a moto que o piloto utilizará foi apresentada oficialmente na loja do Grupo Geração, concessionário Yamaha em Florianópolis, Santa Catarina. Trata-se de uma Yamaha WR 450F, moto genuína para as trilhas de enduro e rally, que recebeu algumas adaptações para o Dakar, como tanques de combustível maiores, proteção de motor maior e totem dianteiro para leitor de planilha de navegação.

– É uma WR igual às 2017 que chegam para o consumidor final, só que, pelas distâncias e por causa dos equipamentos que temos que carregar, ela precisa de adaptações. A principal mudança é o tanque de combustível maior, para 30 litros, o restante é equipamento de navegação e proteção porque passaremos por lugares muito complicados – explica.

Confira abaixo o percurso do Rally Dakar 2017.

 

 

Roteiro e programação do Dakar 2017*

*Dados fornecidos pela organização

roteirodakar2017

Total do percurso do Dakar 2017: 8.818 km

 

Confira abaixo a atualização após cada etapa

(Clique no sub-título para ver os resultados de cada dia)

 

Etapa 1 / 2 de janeiro
Asunción (PAR) para Resistencia (ARG) – percurso total de 454 km

Etapa 2 / 3 de janeiro
Resistencia (ARG) para San Miguel de Tucumán (ARG) – percurso total de 803 km

Etapa 3 / 4 de janeiro
San Miguel de Tucumán (ARG) para San Salvador de Jujuy (ARG) – percurso total de 780 km

Etapa 4 / 5 de janeiro
San Salvador de Jujuy (ARG) para Tupiza (BOL) – percurso total de 521 km

Etapa 5 / 6 de janeiro
Tupiza (BOL) para Oruro (BOL) – percurso total de 692 km

Etapa 6 / 7 de janeiro
Oruro (BOL) para La Paz (BOL) – percurso total de 786 km

Dia de descanso em La Paz (BOL) / 8 de janeiro

Etapa 7 (Maratona) / 9 de janeiro
La Paz (BOL) para Uyuni (BOL) – percurso total de 622 km

Etapa 8 / 10 de janeiro
Uyuni (BOL) para Salta (ARG) – percurso total de 892 km

Etapa 9 / 11 de janeiro
Salta (ARG) para Chilecito (ARG) – percurso total de 977 km

Etapa 10 / 12 de janeiro
Chilecito (ARG) para San Juan (ARG) – percurso total de 751 km

Etapa 11 / 13 de janeiro
San Juan (ARG) para Rio Cuarto (ARG) – percurso total de 754 km

Etapa 12 / 14 de janeiro
Rio Cuarto (ARG) para Buenos Aires (ARG) – percurso total de 786 km