Suzuki está prestes a se retirar do Mundial de Motocross

Seewer, 23 anos, procura equipe para correr a MXGP

 

Os rumores estão cada vez mais fortes de que a Suzuki estaria de saída do Mundial de Motocross.

É quase certo que a equipe deixará de existir na MX2, só falta o anúncio oficial. Mesmo com a boa campanha de vice-campeão de Jeremy Seewer na MX2 e com o lançamento das novas motos, o time oficial deve fechar as portas.

E, é cada vez mais forte o boato de que deixaria de existir também na MXGP, já que Stefan Everts – gerente da equipe – estaria com dificuldades em fechar o orçamento necessários para as 20 etapas do campeonato.

Fato é que a Kawasaki já confirmou que seu time oficial deixará de existir na MX2, e a Suzuki também deve confirmar em breve. Por outro lado, a Husqvarna já anunciou que manterá seu esquadrão na categoria.