Super Bananalama 2018 reúne 55 mil pessoas

Largada dos trilheiros – Foto: Idario Cafe Mundo Press

 

Mais uma vez, o “Maior e melhor encontro de trilheiros do mundo” mostrou porque é um dos eventos que mais crescem no Brasil.

O Super Bananalama 2018 – oferecimento Honda, que terminou neste domingo, 8, reuniu 55 mil pessoas durante quatro dias, no Seminário Sagrado Coração de Jesus, em Corupá, Santa Catarina.

Entre aqueles que curtem uma aventura off-road, 3.098 trilheiros – número maior que do ano passado – vindos de diversos cantos do país se inscreveram para vivenciar a experiência da 12ª edição deste evento, que é registrado no livro dos recordes.

UTVs (espécie de buggy) e quadriciclos também superaram a participação na história, com 302 veículos.

– É muito gratificante ver o resultado, crescimento e alegria de todos. Foram seis meses de trabalho árduo de um grupo apaixonado, que dedicou um bom tempo entre compromissos profissionais e familiares, para que esse encontro pudesse acontecer. Agradeço a todos que colaboram e mantém vivo o nosso objetivo – ressalta Mauricio Siqueira, presidente do Clube de Trilheiros Bananalama, responsável pela organização.

O tradicional trilhão, de aproximadamente 60 quilômetros, levou os aventureiros a desbravarem percursos no meio de bananais, plantações típicas da região.

Os participantes puderam fazer a trilha ao lado de pilotos renomados da Equipe Honda Racing, como Júlio Zavatti Bissinho, bicampeão do Rally dos Sertões, com a CRF 230F; Jetro Salazar e Hector Assunção, campeões brasileiros de motocross, e Lucas Dunka.

Os quatro acompanhados pelo multicampeão de enduro e rali, Felipe Zanol, estiveram em um bate-papo com os trilheiros.

Quem também circulou pelo evento foram os atuais campeões do Rally Dakar na categoria UTVs: Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin.

A dupla ficou impressionada com a quantidade de trilheiros e amantes do off-road, que tiveram a oportunidade de testar modelos de UTVs da Can-Am.

Na Arena Pro Tork Road Show, apresentações diárias das equipes de wheeling, drifting e motocross estilo livre: Alto Giro, Cachorrão, Phyra e Joaninha agitaram o público com manobras radicais e efeitos especiais. O famoso Big Foot da Pro Tork também atraiu a atenção da galera.

No Bananalama Expo, área de exposição e vendas de produtos, os parceiros apresentaram novidades do setor e conversaram diretamente com os consumidores. As bananas e diversos produtos derivados da fruta também foram atrações do evento.

Um dos momentos mais esperados foi o sorteio das 10 motos Honda CRF 230F e um UTV Can-Am Maverick Trail. Todo mundo queria levar para casa esses desejados veículos do mercado off-road.

Se durante o dia o assunto era sempre motos, quadriciclos, UTVs e tudo que gira em torno desse segmento, à noite, o comando da festa ficou por conta de grandes nomes da música nacional como João Neto & Frederico, Teodoro & Sampaio, Gabriel Valim, Nando & Leo, entre outros.

Saiba mais sobre o Bananalama

“Maior e melhor encontro de trilheiros do mundo”, o Bananalama começou em 2004. Realizado pelo Clube de Trilheiros Bananalama de Corupá (SC), cidade a 210 quilômetros de Florianópolis, capital brasileira da banana, o evento está na 12ª edição e reúne milhares de apaixonados pelo off-road de todo o Brasil e também da América do Sul. São quatro dias repletos de atrações como sorteio de 10 motos Honda CRF 230F 0km e um UTV Can-Am Maverick Trail, supertrilha, apresentações de manobras radicais, shows musicais, arena de exposições e muito mais. Em 2010 e 2013, o Bananalama entrou para o livro dos recordes como o maior encontro de trilheiros do mundo. Mais de quatro mil participantes de motos, além de centenas de quadriciclos e UTVs garantiram este feito. O objetivo do encontro é manter vivo o espírito esportivo, com responsabilidade ambiental e social, além de divulgar e movimentar o turismo do município de Corupá e do Estado de Santa Catarina.

O Super Bananalama 2018 – oferecimento Honda tem patrocínio da Honda, Pro Tork, Can-Am, Rinaldi, KG Motos e Borilli Racing – Pneus Off Road. A realização é do Clube de Trilheiros Bananalama.