Search

Resultados da 2ª etapa do Brasileiro de Enduro FIM 2017

Luis Oliveira – Fotógrafo: Fred Mancini

 

O português Luís Oliveira – Honda Racing – foi o grande vencedor do Enduro FIM de Patrocínio, encerrado neste domingo, 9, na cidade do Triângulo Mineiro. O evento incluiu dois dias de disputas e valeu como a segunda etapa do Brasileiro de Enduro FIM. Em sua 13ª edição, a prova foi marcada por alto nível técnico e reuniu as principais feras da modalidade.

Com o desempenho, Oliveira segue na liderança da classe E1 e da Enduro GP, que reúne os competidores mais rápidos.

Estou contente com a vitória, ainda mais porque as especiais estavam muito bem montadas. Sigo forte na luta pelo título e tenho bastante trabalho pela frente – comentou o europeu.

Na E2, o capixaba Bruno Crivilin (Orange BH / KTM) venceu a etapa e esquenta a briga na categoria, que tem o mineiro Júlio Ferreira (Honda Racing) como líder.

– A prova em Patrocínio foi dura, digna de Brasileiro de Enduro. Quero competir ainda mais focado nas próximas etapas para ganhar também na Enduro GP, que é o principal objetivo – disse Crivilin.

Na EJúnior, Vinícius Calafati (Sacramento Racing / KTM) manteve 100% de rendimento.

– Foi um desafio muito difícil, com deslocamentos técnicos e boas especiais. Ataquei bastante no primeiro dia e hoje administrei no final, quando vi que tinha certa vantagem – explicou.

Atual bicampeão da E3, o gaúcho Gustavo Pellin (Sacramento Racing / KTM) levou a melhor e assumiu a liderança.

– Eu esperava uma etapa bem difícil, o que de fato aconteceu, e consegui bom ritmo. Fiquei um pouco travado no Extreme Teste, mas me soltei no Enduro Teste e no Cross Teste, o que acabou fazendo a diferença.

Presente em quase todas as edições do Enduro de Patrocínio, o multicampeão off-road Nielsen Bueno (Sacramento Racing / KTM), de Minas Gerais, segue absoluto na defesa do título nacional da Over 35.

– Foi a melhor corrida que eu participei na cidade. A minha pilotagem fluiu bastante no percurso e consegui ganhar, mesmo tendo que trocar um pneu furado – concluiu.

A etapa teve também como destaques Bruno Martins (E4/Light), Cassiano Tebaldi (Over 40), Pélmio Simões (Over 45), Cleber Sacramento (Over 50) e Willian Palandi (EAmador). Na Feminina, a estreante Bárbara Neves conquistou a primeira vitória da carreira.

– O Enduro de Patrocínio é muito importante e a cada ano eleva o nível do calendário nacional. A equipe do Motoclube do Cerrado, responsável pela organização, trabalhou com muito empenho e de forma exemplar. Todos abraçaram a etapa e foram fundamentais para o sucesso – disse Maurício Brandão, diretor da modalidade na Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).

 

Resultados da 2ª etapa

Enduro GP
1 – Luís Oliveira
2 – Bruno Crivilin
3 – Júlio Ferreira
4 – Gustavo Pellin
5 – Vinicius Calafati

E1
1 – Luís Oliveira
2 – Patrik Capila
3 – Victor Miranda
4 – Felipe Carlette
5 – Loandro Anton

E2
1 – Bruno Crivilin
2 – Júlio Ferreira
3 – Ronald Santi
4 – Rafael Bonine
5 – Diogo Colett

E3
1 – Gustavo Pellin
2 – Rigor Rico
3 – Rômulo Bottrel
4 – Victor Silva
5 – Nicolas Rodriguez

EJ
1 – Vinicius Calafati
2 – Gabriel Soares
3 – Vinicius Silva
4 – Willian Dalmonech
5 – Reginaldo Júnior

E35
1 – Nielsen Bueno
2 – Diogo Andrade
3 – João Vitor Lima
4 – Anderson Vieira
5 – Fernando Vieira

E4/Light
1 – Bruno Martins
2 – Tiago Wernersbach
3 – Jaime Zorzal
4 – Guilherme Borges
5 – Alan Michel

E40
1 – Cassiano Tebaldi
2 – William Meneses
3 – Beto Lamego
4 – Cristiano Nascimento
5 – Guilherme Pereira

E45
1 – Pélmio Simões
2 – Laurindo Zartorski Filho
3 – Iracelio Silva
4 – Marcos Benvenutti
5 – Julio Lemos

E50
1 – Cleber Sacramento
2 – Roberto Theodoro
3 – Luiz Carlos de Barros
4 – Luiz Felipe Coelho

Feminina
1 – Bárbara Neves
2 – Janaína Souza

EAmador
1 – Willian Palandi
2 – Augusto Benvenutti
3 – Lucas Nagano
4 – Luiz Fernando da Silva

 

Classificação após duas etapas

Enduro GP
1 – Luís Oliveira – 97 pontos
2 – Júlio Ferreira – 74 pontos
3 – Bruno Crivilin – 64 pontos
4 – Vinicius Calafati – 60 pontos
5 – Rômulo Bottrel – 58 pontos

E1
1 – Luis Oliveira – 100 pontos
2 – Victor Miranda – 76 pontos
3 – Loandro Anton – 76 pontos
4 – Felipe Carlette – 66 pontos
5 – Ripi Galileu – 63 pontos

E2
1 – Júlio Ferreira – 91 pontos
2 – Ronald Santi – 76 pontos
3 – Diego Colett – 76 pontos
4 – Mauricio Rizzon – 63 pontos
5 – Tadeu Landim Filho – 61 pontos

E3
1 – Gustavo Pellin – 92 pontos
2 – Rômulo Bottrel – 88 pontos
3 – Rigor Rico – 84 pontos
4 – Nicolas Rodriguez – 72 pontos
5 – Victor Silva – 36 pontos

EJ
1 – Vinicius Calafati – 95 pontos
2 – Gabriel Soares – 86 pontos
3 – Vinicius Silva – 85 pontos
4 – Willian Dalmonech – 70 pontos
5 – Patrik Capila – 36 pontos

E35
1 – Nielsen Bueno – 100 pontos
2 – João Vitor Lima – 78 pontos
3 – Anderson Vieira – 72 pontos
4 – Diogo Andrade – 60 pontos
5 – Guilherme Maia – 57 pontos

E4/Light
1 – Tiago Wernersbach – 94 pontos
2 – Jaime Zorzal – 82 pontos
3 – Guilherme Borges – 56 pontos
4 – Bruno Martins – 50 pontos
5 – Marcos Vinicius de Souza – 40 pontos

E40
1 – Cassiano Tebaldi – 95 pontos
2 – Luciano Lima – 74 pontos
3 – William Meneses – 43 pontos
4 – Marco Bartelle – 40 pontos
5 – Beto Lamego – 40 pontos

E45
1 – Laurindo Zartorski Filho – 89 pontos
2 – Pélmio Simões – 86 pontos
3 – Marcos Benvenutti – 76 pontos
4 – Julio Lemos – 65 pontos
5 – Evandro Bozetti – 45 pontos

E50
1 – Luiz Carlos de Barros – 82 pontos
2 – Roberto Theodoro – 74 pontos
3 – Cleber Sacramento – 50 pontos
4 – Sergio Colett – 47 pontos
5 – Jean Pierre Buttazzi Júnior – 47 pontos

Feminina
1 – Bárbara Neves – 94 pontos
2 – Janaína Souza – 72 pontos
3 – Tainá Aguiar – 40 pontos

EAmador
1 – Willian Palandi – 100 pontos
2 – Augusto Benvenutti – 44 pontos
3 – Lucas Nagano – 40 pontos
4 – Luiz Fernando da Silva – 18 pontos

O Brasileiro de Enduro FIM 2017 é patrocinado por Rinaldi e conta com o apoio de MRPRO Braces, ASW, Sacramento Motorsports, Orange BH, Zanol Parts e Edgers.