Pista pesada na segunda etapa do Amador de Motocross Dirt Action

felipe_deninho_luisbueno

Deninho Alves e Felipe Ferreira – Fotógrafo: Luis Bueno

 

A segunda etapa do Amador de Motocross Dirt Action 2016 foi disputada no fim de semana dos dias 21 e 22 de maio, em Bragança Paulista, São Paulo, na MX Track Bragança, com um tempo instável, que deixou a pista bastante pesada para os pilotos.

A categoria 230F foi a primeira a largar no sábado, e as motos nacionais sofreram com o barro. Melhor para Marcelo Souza, que venceu mais uma etapa na competição – desta vez correndo em casa -, na segunda colocação ficou Maxsuel Eduardo e terceiro para Emmanuel Barros.

As categorias MX 50 e MX 2 Iniciantes largaram juntas, devido ao número reduzido de inscritos, já que a chuva afugentou muitos competidores. Holeshot General Motos para José Carlos Guimarães, o piloto da MX 50 que largou bem mas não conseguiu manter a liderança até o fim, pois foi ultrapassado por Antônio Mantovani, o “Telinho”, que venceu a etapa na MX 50. Guimarães ficou em segundo e Carlos Lazzaro em terceiro. Na MX 2 Iniciantes, vitória para Augustinho Teixeira, segundo para Kenzo Murata e terceiro para Bruno Rios.

 

marcelosouza_luisbueno

Marcelo Souza venceu a 230F – Fotógrafo: Luis Bueno

 

No domingo, apesar do terreno ainda estar bastante molhado pela chuva do sábado, o sol apareceu e trouxe nova expectativa para o fim de semana. Após uma boa sessão de treinos os pilotos da MX Open foram os primeiros a alinhar no gate, o público viu uma bela disputa entre Deninho Alves e Felipe Ferreira, que venceu a bateria com Deniho em segundo e Francisco Giannetti Neto em terceiro.

Na categoria Júnior, a vitória ficou com o piloto Arthur Alcon, de Porto Real, Rio de Janeiro, com Fernando Dias em segundo e, em terceiro, Pedro Felix.

A categoria MX 40 teve um bom número de competidores, e a disputa foi vencida por Ney Marcolin, que fez o Holeshot e não perdeu mais a frente da categoria. Na segunda posição ficou Eduardo Andrade e na terceira Maninho Oliveira.

Após a manutenção de pista, hora da MX 1 entrar em ação. Novamente a disputa ficou entre Felipe Ferreira e Deninho Alves, só que desta vez quem também entrou na briga foi André Stocovich. Felipe estava realmente imbatível nesta etapa e venceu mais uma, com Stocovich superando Deninho e ficando em segundo.

Na Intermediária Open, corrida bastante equilibrada. Lucas DTO assumiu a ponta logo nas primeiras voltas e depois recebeu a pressão de Vinicius Tainan que venceu a categoria, seguido por Lucas e com Edson Cherem em terceiro.

Na MX 30, André Stocovich não deu mole para ninguém, fez o Holeshot e venceu de ponta a ponta, na segunda colocação ficou Francisco Giannetti Neto e em terceiro Marcelo Souza. Na sequência entraram os pilotos da casa em uma bateria especial aos pilotos da cidade, vitória para Neto Tostes, seguido de Eduardo Reganhão e terceiro para Alexandre Meneglin.

A MX 2 foi a última bateria do dia e mais um piloto da casa venceu, vitória de João Henrique Silva, o jovem piloto de 16 anos mostrou muita velocidade, Marcelo Souza ficou em segundo e Renato Hermann em terceiro.

A próxima etapa acontece em Caçapava nos dias 2 e 3 de julho. Mais informações e resultados completos, no site: www.amamx.com.br.

A Campeonato Amador de Motocross Dirt Action 2016 tem o patrocínio da IMS, América Sports e Dirt Action, o Copatrocínio da Red Dragon, Stocovich Design, General Motos e Brasil Racing, o apoio da RKS Racing, MRP Racing, Pro Mundial, Duo Motos, Motobrexó, e AMC Racing. A organização é da Extreme Racing Competições com supervisão da LIVRE BRASIL.

 

brasilracing_luisbueno

Brasil Racing com super promoção dos óculos Dragon no evento – Fotógrafo: Luis Bueno

 

ney_luisbueno

Ney Marcolin venceu a MX40 – Fotógrafo: Luis Bueno

 

amadormx_luisbueno

Domingo de sol trouxe um bom número de pilotos – Fotógrafo: Luis Bueno

 

stocovich_luisbueno

André Stocovich venceu a MX30 – Fotógrafo: Luis Bueno

 

holeshot_luisbueno

Largada da MX Regional – Fotógrafo: Luis Bueno