Especial 2017: novidades de KTM e Husqvarna para o próximo ano

ktm_husqvarna_2017

Texto escrito por Gian Bergamini, piloto de motocross e FMX

 

Seguindo as apresentações das motos, agora revelamos as mudanças nas KTM e Husqvarna 2017clique aqui para ver o que revelamos de Kawasaki e Yamaha.

De acordo com Mauricio Fernandes, sócio-fundador do Triple Power Group (importador oficial da Husqvarna), as motos 2017 devem chegar ao Brasil em outubro nos modelos 250, 350 e 450.

O gerente nacional de marcas da KTM Dafra, José Ricardo Siqueira, informa que as alaranjadas 2017 chegam a Terra Brasilis em novembro deste ano.

Vamos às novidades!

 

Husqvarna FC 450 e 250

Husqvarna FC 450
– Motor 450cc 4 tempos, 1 cilindro
– Transmissão 5 marchas
– Ignição partida elétrica
– Peso 223 libras (101,4kg)

Husqvarna FC 250
– Motor 249cc 4 tempos, 1 cilindro
– Transmissão 5 marchas
– Ignição partida elétrica
– Peso 217,8libras (99kg)

124040_2017fc450
FC 450

 

As Husqvarnas são motos muito completas e vêm ganhando o mercado do motocross a cada ano com modelos sólidos, sendo uma das 450 mais leves, e com muitos recursos de tecnologia – partida elétrica e controle de tração –  assim como sua prima irmã, a KTM.

As FC 2017 têm duas principais mudanças, tanto na 250 quanto na 450. Exatamente os mesmos retoques.

Um grande upgrade foi feito no controle de tração, que passa a ser do lado esquerdo do guidão, facilitando o manuseio enquanto se pilota. Esse mesmo controle tem a programação de dois mapas que você pode mudar simplesmente apertando um botão. Um mapa intermediário e um avançado para se adequar à pista ou preferência de cada piloto.

Muitos reclamavam de não conseguir identificar facilmente se a moto estava no mapa 1 ou 2 no modelo 2016 da Husq. Este problema acabou com o novo controle, que sinaliza com luz o mapa que está usando, assim como notifica se o controle de tração está ativado ou não.

Outra melhoria muito importante foi feita na suspensão dianteira, com um totalmente novo Air Forks da White Power, que se equilibra perfeitamente com o conjunto da Husqvarna FC.

Veja no vídeo as cores e novo design nos gráficos e protetores de mão, que já vêm de fábrica.

 

 


 

KTM 250 SX-F

– Motor 249,9cc, 1 cilindro, 4 tempos
– Transmissão 5 marchas
– Partida elétrica
– Peso 216 libras (98,2kg)

124390_2502unspecified

Esta moto é a combinação perfeita entre um motor potente e cheio de torque com a leveza e agilidade proporcionada pelo chassis.

Já conhecida pela performance em potência, a 250 SX-F 2017 vem ainda melhor, com uma suspensão dianteira WP completamente nova. Redesenhada com ar e mola, melhorando ainda mais a dirigibilidade e capacidade de controle.
Suspensão traseira também tem melhorias com novos estágios de regulagem e a mola mais macia para trabalhar em harmonia com a nova suspensão dianteira.

Temos também o revolucionário controle de tração que garante mais eficiência ao despejar a potência para a roda traseira, e tudo isso ao toque de um botão posicionado ao lado esquerdo do guidão facilitando ainda mais o acionamento (assim como nas Husqs).

Também tem um novo adaptador de guidão adicional, que vem em medida diferente.

Assim como na 450, a 250 tem novo pedal de freio – 10mm mais longo -, e novo material de pastilhas de freio, menos agressivas, que proporcionam melhor sensação e controle da frenagem.

Além de tudo isso, o mais impressionante é a KTM conseguir tirar ainda mais peso da moto que já era a mais leve da categoria. Agora, ela pesa apenas 98,2kg!

 

KTM 450 SX-F

Motor 449cc, 1 cilindro, 4 tempos
Transmissão 5 marchas
Partida elétrica
Peso 221,8 libras (100,6kg)

124394_4502unspecified

Esta moto foi eleita por muitos testes como a melhor moto de 2015! E a nova KTM 450, mesmo com poucas mudanças, é incrível.

Ótima dirigibilidade já era a marca registrada desta moto, e isso melhora ainda mais com uma mudança similar a da Kawasaki feita na mesa superior (triple clamp), que ficou mais rígida e com melhor controle.

A suspensão dianteira a ar também foi afinada ao extremo, muito bem balanceada, oferecendo uma sensação próxima a uma suspensão de mola.

Igual na 250, ela vem com pedal de freio 10mm mais longo e um novo material de pastilhas de freio, menos agressivos, que proporcionam melhor sensação e controle da frenagem.

O motor não sofreu alterações e continua sendo escolhido por muitos como o melhor da categoria. Para acompanhar, temos tecnologia no controle de tração e o um dispositivo que permite o piloto alterar mapas de regulagem com um mapa mais agressivo e um mais suave (igual na Husqvarna). Tudo ao toque de um botão, que foi mudado para o lado esquerdo do guidão.

O modelo especial de réplica do Ryan Dungey já vinha com esse dispositivo, mas do lado direito do guidão, e de difícil manuseio. Agora, além de ser mais fácil, está disponível para o modelo de mercado e não só na edição réplica do Dungey. Essa tecnologia é algo que as outras marcas devem ficar de olhos abertos e desenvolver o quanto antes nas suas motos.

 

:: Vídeo da 450 em teste pela TWMX

 

 

E as Mini?

Veja abaixo vídeo com Ryan Dungey mostrando as KTM 50cc e 65cc