Search

MXGP: Jeffrey Herlings diz que vai correr a estreia com dor

Herlings tenta competir com dores no fim de semana – Crédito: KTM

 

Durante a etapa final do MX Internacional da Itália, há duas semanas, Jeffrey Herlings se acidentou e fraturou quatro ossos da mão.

O holandês passou por cirurgia e a equipe médica informou que ele teria condições de correr na abertura do Mundial de Motocross, que começa nesta sexta-feira, 24, em Losail, no Catar. Mas será com dor.

– Eu já mostrei muitas vezes que sou capaz de fazer coisas praticamente impossíveis. Vou correr, mas sem me arriscar – disse em entrevista a uma TV holandesa.

Veja mais a seguir!

 

Um pouco antes do acidente na Itália, você estava indo super bem. O que aconteceu?
Jeffrey Herlings: Eu realmente não sei o que aconteceu. Tive uma pré-temporada perfeita, sem lesões e estava me sentindo muito bem. Pouco antes do MX Internacional da Itália, meu médico disse que eu estava sobrecarregado e pediu para maneirar nos treinos, tanto que perdi as duas primeiras etapas do campeonato. Fomos para a última etapa e só queria conquistar uma vitória. Talvez devesse ficar um pouco mais calmo.

E como será a abertura do Mundial de Motocross?
Jeffrey Herlings: No Catar será difícil. Fraturei minha mão a dez dias atrás, então provavelmente sentirei muita dor.

Você tem alguma ideia de como vai se sentir no fim de semana? E quando estará 100% recuperado? Alguns pilotos disseram que a recuperação leva seis semanas.
Jeffrey Herlings: O que eu sei é que não temos seis semanas. E claro, não vou correr sem sentir dor. Para continuar mantendo meu sonho de ser campeão, vou correr na abertura e tentar. Eu já mostrei muitas vezes que sou capaz de fazer coisas praticamente impossíveis. Vou correr, mas sem me arriscar. Se for muito doloroso, encerramos e vou embora para casa, mas prefiro correr com uma mão fraturada, do que com o fêmur. Vamos dar o nosso melhor.

 

:: Vídeo do acidente

 

>>> Informaçãoes sobre a abertura