Honda anuncia Leo Souza como substituto de Gustavo Pessoa

Leo muda da Kawasaki para a Honda no meio da temporada – Foto: Divulgação

 

A Honda Racing terá novidades na quinta etapa do Brasileiro de Motocross 2018, que será disputada neste fim de semana, 4 e 5, em Extrema, Minas Gerais.

A prova irá marcar a estreia Leo Souza – piloto que iniciou estava há duas temporadas na equipe Kawasaki Pro Tork Racing, de Balbi Junior – na Honda, pela categoria MX2.

Leo Souza participou do programa HTT (Honda Talent Test) no início do ano e teve ótimo desempenho, similar ao do catarinense Lucas Dunka, que foi selecionado pela equipe.

Com a recente saída de Gustavo Pessoa da Honda Racing (o piloto agora segue carreira na Europa), o paranaense foi convidado pelo chefe de equipe Cale Neto para defender o time nas próximas etapas do campeonato nacional.

– Com a partida do Gustavo Pessoa, a equipe decidiu apostar no talento do Leo Souza pelo resto da temporada. Sem dúvidas será uma ótima oportunidade para que o piloto mostre o que sabe e concorra a uma das vagas para o time de 2019. Ele tem muito potencial. As suas principais características são a largada consistente e o perfil raçudo, que não desiste até o final da corrida – afirma Cale Neto.

Para o piloto curitibano, trata-se da realização de um sonho.

– Para mim é uma felicidade enorme. Fazer parte da equipe Honda Racing é algo indescritível. Estou muito animado para mostrar todo o meu potencial e conquistar bons resultados nas próximas etapas – disse Leo Souza.

Campeão mineiro de Motocross nas categorias Júnior e MX2 em 2017, o piloto se diz adaptado à motocicleta Honda CRF 250R, sua nova companheira de treinos e provas.

– Eu consegui treinar forte nas duas últimas semanas e a minha expectativa é muito boa. Estou bem adaptado à moto e acredito que conseguirei ter um bom desempenho em Extrema – afirmou o paranaense.

Líder da Elite MX, categoria que reúne os pilotos mais velozes das classes MX1 e MX2, Jetro Salazar está pronto para brigar por mais vitórias no Brasileiro de Motocross. O equatoriano ocupa o segundo lugar na tabela da classe MX1, a apenas quatro pontos do líder Carlos Campano.

– As minhas expectativas para essa prova são 100% de vitória. O objetivo é ganhar as duas baterias para melhorar a classificação na MX1 e manter a ponta na Elite MX – disse Salazar, que acelera a motocicleta Honda CRF 450R.

– Tivemos um mês e meio para nos preparar desde a última prova do Brasileiro, realizada no Mato Grosso do Sul. Consegui aproveitar bem este período de treinos para chegar na quinta etapa na minha melhor fase deste ano – concluiu o piloto da Honda Racing.

Além de Souza e Salazar, a equipe vermelha irá contar com as presenças dos pilotos Hector Assunção (MX1) e Lucas Dunka (MX2) na prova, que será disputada na pista do Parque Municipal de Eventos de Extrema.

Programação*

Sábado – 4/8
Treinos Livres

Das 8h30 às 9h – MX1
Das 9h05 às 9h35 – MX2 / MX2JR
Das 9h40 às 10h00 – MX3
Das 10h05 às 10h25 – MXJR
Das 10h50 às 11h05 – MX4 / MX5

Treinos Cronometrados
Das 12h30 às 13h00 – MX1
Das 13h05 às 13h35 – MX2 / MX2JR
Das 13h40 às 14h00 – MX3
Das 14h05 às 14h25 – MXJr
Das 14h50 às 15h05 – MX4 / MX5

Provas
15h40 – MX3 (20 minutos + 2 voltas)
16h10 – Pódio da categoria MX3

Domingo – 5/8
Warm-up

Das 8h às 8h20 – MX1
Das 8h25 às 8h45 – MX2 / MX2Jr
Das 9h10 às 9h25 – MX4 / MX5
Das 9h30 às 9h45 – MXJr

Provas
11h30 – MX2 / MX2JR (30 minutos + 2 voltas)
12h30 – MX1 (30 minutos + 2 voltas)
13h30 – MX4 / MX5 (15 minutos + 2 voltas)
14h10 – MXJR (20 minutos + 2 voltas)
14h45 – Pódio das categorias MX2Jr, MXJr e MXF
15h10 – Elite MX (pilotos mais bem classificados da MX1 e da MX2 – 30 minutos + duas voltas)
16h – Pódio das categorias Elite MX, MX1 e MX2

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações