Gustavo Pessoa comenta lance com Zach Osborne em Budds Creek

Gustavo Pessoa volta ao Brasil depois da etapa final do AMA MX – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Gustavo Pessoa concluiu no sábado, 19, sua oitava etapa de AMA Motocross com duas baterias em Budds Creek. Das 11 rodadas do campeonato, ficou fora apenas de 3, e assim já sonha em fazer a temporada completa em 2018.

Nesta segunda-feira, 21, em contato com o BRMX, Gustavo e Fabio Aleixo, seu companheiro de empreitada ao lado do pai, Douglas, contaram como foi o fim de semana em que o piloto brasileiro chegou a disputar posição com o campeão da 250, Zach Osborne.

– Eu estava fazendo a minha corrida e vi que vinha um cara mais forte atrás, mas não percebi que era o Osborne. Ele tentou me passar, mas eu segui na tocada. Só depois que ele me passou vi que era o Osborne. Caramba, que daóra! Consegui andar um pouco no ritmo dele. Dei uma volta com ele, mas ele foi passando. Ele é muito rápido. Agora fico vendo o vídeo o tempo todo. Querendo ou não, era o cara a ser batido – disse Gustavo.

Nesta bateria, a primeira do sábado, Gustavo estava pontuando quando cometeu um pequeno erro e a moto apagou. Sem conseguir ligar ela novamente, teve que abandonar a bateria. Mas voltou forte para a segunda:

– Veio mais solto, mais focado, mas pegou lugar ruim no gate por causa do DNF na primeira bateria. Saiu em 28º, acelerou forte até o fim, não diminuiu o ritmo. No fim, pegou o Sean Cantrell, da Troy Lee KTM, passou o cara, e pôs 10seg. Ou seja, andou muito forte. Estamos de novo no patamar que gostaríamos, andando bem, com a moto em dia. Vamos para a final confiantes – comentou Fabio Aleixo.

Nesta semana, Gustavo realiza alguns treinos antes de ir para Crowfordsville, no estado de Indiana, aonde corre a última etapa do AMA Motocross 2017, na rodada de Ironman no próximo sábado, 26.

 

Vídeo da disputa com Osborne