Guia da abertura do AMA MX 2018 em Hangtown

Largada do AMA Motocross, um momento sempre muito interessante! – Foto: RacerX Online

 

Neste sábado, 19, acontece a etapa de abertura do AMA Motocross 2018 em Hangtown, na Califórnia.

Confira abaixo tudo que você precisa saber para acompanhar as corridas.

Local: Hangtown MX, Rancho Cordova
Cidade: Sacramento
Estado: Califórnia
País: Estados Unidos

 

Programação (Horário Oficial de Brasília)

17h10 – 17h45: 1ª bateria 250

18h10 – 18h45: 1ª bateria 450

19h10 – 19h45: 2ª bateria 250

20h10 – 20h45: 2ª bateria 450

 

Transmissão ao vivo

Como assistir ao AMA Motocross 2018 ao vivo

 

 

 

Cronometragem ao vivo

Voltas na pista

 

 

Mapa virtual da pista

 

 

Favoritos ao título na categoria 450

Será que em 2018 Musquin e Tomac repetirão a supremacia de 2017? – Foto: Jeff Kardas

 

Eli Tomac e Marvin Musquin, respectivamente atual campeão e vice-campeão da categoria 450, dividiram as vitórias em 2017 e, obviamente, despontam como os principais favoritos ao título em 2018.

Mas eles não terão vida fácil.

Jason Anderson acabou de se sagrar campeão do AMA Supercross e, além de rápido, costuma ser consistente em seus resultados.

Já o alemão Ken Roczen, campeão da categoria em 2016 e ex campeão mundial da MX2, também está bem cotado para esta disputa.

Hangtown marca o retorno de Roczen às corridas, após perder a maior parte da temporada do AMA Supercross por causa de uma fratura na mão e ligamentos rompidos em San Diego.

O piloto da HRC Honda sempre é um concorrente muito forte no motocross.

Correm por fora nesta disputa Blake Baggett (3º colocado no ano passado) e Justin Barcia, que fez boas corridas até sofrer uma concussão na etapa de Washougal.

 

Favoritos ao título na categoria 250

Joey Savatgy – Foto: Rich Shepherd

 

Na 250, os favoritos são o atual campeão Zach Osborne (que acabou de conquistar o bicampeonato do AMA Supercross na categoria 250SX Costa Leste), o recém coroado campeão da Costa Oeste, Aaron Plessinger.

Jeremy Martin (campeão em 2014 e 2015 e vice-campeão no ano passado), Joey Savatgy (5º colocado no passado) e Alex Martin, que fraturou o pulso no AMA Supercross em San Diego e, mesmo depois de recuperado, abriu mão das últimas etapas do supercross para se preparar para o motocross, também são nomes fortes.

Austin Forkner, que se recupera de uma fratura na clavícula esquerda, sofrida no AMA Supercross em Minneapolis, deve fazer o seu retorno no decorrer do campeonato e, portanto, corre por fora nessa disputa.

Uma ausência que com certeza será sentida é Adam Cianciarulo, que logo após o término do AMA Supercross passou por cirurgia para corrigir os ligamentos rompidos do joelho e, com isso, ficará fora de toda a temporada do motocross.

 

Brasileiros na pista

Enzo Lopes – Foto: John Basher

 

Um excelente motivo para acompanhar as corridas em Hangtown são os brasileiros. Enzo Lopes, pela equipe de fábrica AutoTrader JGR Yoshimura Suzuki, Gustavo Pessoa com esquema privado, e Ramyller Alves pela EBR Yamaha estarão no gate.

 

 

Lesionados categoria 450

Justin Bogle

Já retomou os treinos após se recuperar das fraturas no braço e na segunda vértebra lombar, mas ainda não está pronto para retornar as corridas.

 

Josh Grant

Deve voltar as corridas em alguma etapa (sem data definida) após se recuperar de uma fratura na perna, sofrida no AMA Supercross em Arlington.

 

Cole Seely

Sem previsão de retorno. Segue se recuperando da fratura na bacia (pelve), sofrida no AMA Supercross em Tampa.

 

Cooper Webb

Outro que não tem data de retorno definida. Fraturou a tíbia no AMA Supercross em Minneapolis e será substituído por Alex Ray a partir das etapas de Glen Helen e High Point.

 

Dean Wilson

Dean Wilson – Foto: RacerX Online

Enroscou-se com outro piloto enquanto treinava em Glen Helen e rompeu o ligamento anterior cruzado de um dos joelhos. Passou por cirurgia e está se recuperando. Sem previsão de retorno.

 

Lesionados categoria 250

Martin Davalos

Passou por cirurgia no joelho e está se recuperando também de uma hérnia de disco e fraturas na sétima vértebra cervical.

Sem previsão de retorno.

 

Jimmy Decotis

Deve retomar os treinos após a etapa de Glen Helen e a expectativa é que faça seu retorno na prova de Muddy Creek.

 

Dylan Ferrandis

Deve fazer seu retorno em algum momento do campeonato, após fraturar o braço e quebrar alguns dentes no AMA Supercross em Atlanta.

Mas uma previsão exata de retorno ainda não existe.

 

Cameron Mcadoo

Fraturou o ombro durante um treino. Deve estrear em algum momento do campeonato, mas não em Hangtown.

 

Colt Nichols

Se recupera de uma fratura no úmero. Idem Mcadoo (estreia em alguma etapa do campeonato, mas não em Hangtown).

 

Mitchell Oldenburg

Está fora do campeonato após romper o ligamento anterior cruzado e colateral medial do joelho enquanto treinava.

 

Kyle Peters

Passou por cirurgia após romper o ligamento anterior cruzado do joelho no AMA Supercross em Minneapolis e está fora do campeonato.