Fora em 2016, Chad Reed fez história para a Austrália no Motocross das Nações

chad_reed_mxon_2011

Chad Reed em 2011, quando venceu uma bateria no MXoN – Crédito: Supercross.com

 

No ano de 2000, o jovem australiano de 18 anos chegou ao circuito de Saint Jean d’Angely, na França, com os olhos cheios de esperança para participar do seu primeiro Motocross das Nações. O adolescente, que sonhava em viajar para a Europa e estar entre os melhores, sabia que seu futuro estava fora da Austrália.

No MXoN de 2000, Reed se destacou e chamou a atenção de Jan de Groot, proprietário da Kawasaki na época, e firmou um acordo para que o piloto estivesse com a equipe na temporada de 2001, competindo no Mundial de Motocross, na antiga categoria 250cc.

Todos se lembram que Chad Reed chocou os pilotos do Mundial ao terminar aquela temporada em segundo lugar na classificação geral, atrás de Mickael Pichon.

Após a temporada do Mundial em 2001, o australiano fez a segunda aparição no Motocross das Nações no circuito de Namur, na Bélgica. Mais uma vez provou ser um grande piloto ao vencer uma bateria, mas infelizmente, teve problemas com a moto na segunda.


Mudando-se para os Estados Unidos em 2002, competiu novamente no MXoN em 2007, quando Budds Creek, nos EUA, recebeu a competição. Reed impressionou novamente ao ficar em segundo lugar, atrás de Ricky Carmichael.

Em 2008, ele fez o pior resultado na competição com 8-12, mas melhorou no ano seguinte, na Itália, quando lutou contra Antonio Cairoli em uma das disputas mais emocionantes do MXoN, terminando em segundo lugar na primeira bateria e em oitavo na segunda.

Reed voltou dois anos depois, em 2011, no mesmo circuito de sua estreia, em Saint Jean d’Angely, na França, e venceu a primeira bateria, colaborando muito com sua equipe, que conquistou o pódio naquele ano.

Após o desempenho em 2011, o australiano ficou fora da equipe em 2012 e 2013, mas voltou em 2014, quando já veterano não obteve bons resultados (14-38). Desde então, a Austrália jamais pode contar com sua estrela.

O time australiano em 2016 conta com Todd Waters na MXGP, Jed Beaton na MX2 e Dean Ferris na Open. O MXoN rola neste fim de semana, 24 e 25 de setembro, em Maggiora, Itália.

>>> Confira a história do Brasil no Motocross das Nações

 

chadreed_2009

Em 2009, na Itália – Fotógrafo: Eric Sandra

 

reed_mxon_2011

Em 2011, na França – Crédito: RacerX

 

140925_Latvia

Em 2011, na Letônia – Crédito: MX Vice