Final da Copa EFX Brasil 2017 acontece dia 22 em Guararema, São Paulo

 

Competição conta com categorias profissionais e amadoras – Foto: Maurício Arruda / PubliX

 

Depois de passar por Indaiatuba, Ribeirão Pires, Itatinga, Itupeva e Mogi das Cruzes, a Copa EFX Brasil prepara em Guararema, São Paulo, seu último grande evento da temporada neste domingo, 22. A decisão do campeonato irá revelar nas trilhas da cidade os campeões de 2017, com as equipes concentradas na área de lazer do bairro Nogueira, localizada na Alameda Vereador Paniágua.

Pela categoria Elite, o português Luís Oliveira já está com uma das mãos na taça, bastando largar na sexta e última prova para confirmar a conquista do título. Mesmo assim a corrida reserva um bom desafio ao piloto da Honda Racing Enduro: completar a temporada perfeita, com vitória em todas as rodadas da competição. Para isso ele terá que superar o companheiro de equipe e também principal rival na classificação, o mineiro Júlio Ferreira, que deu trabalho nas disputas mais recentes ameaçando sua invencibilidade.

 

A categoria Júnior também promete muitas emoções. Mesmo ocupando a liderança, o paulista Vinícius Calafati, da equipe Sacramento Racing, precisa da vitória para garantir o título, pois durante todo o ano dividiu o pódio com o mineiro Gabriel Soares, o Tomate, da Honda. Apenas um sairá de Guararema como campeão, por isso a expectativa é por mais um grande duelo entre estes dois jovens talentos do enduro nacional.

Os fãs do motociclismo poderão acompanhar as disputas em diversas classes da Copa EFX, profissionais e amadoras, por três especiais cronometradas do percurso de aproximadamente 35 quilômetros. Estão programadas quatro voltas no trajeto com transmissão ao vivo da competição pelo perfil do Adrenatrilha Trail Club no Facebook. Os resultados também poderão ser acompanhados em tempo real através do sistema TotemNow.

Um bom incentivo para competir é que todos os pilotos inscritos na prova automaticamente participarão do sorteio de uma Honda CRF 230F 2017 zero quilômetro. O modelo, que este ano comemora uma década de seu lançamento no Brasil, é o mais vendido do segmento no país e neste ano passou a ter uma categoria exclusiva – a E-CRF 10 – na Copa EFX Brasil.

 

Programação

*Programação sujeita a alterações

 

Sábado (21/10)
6h – Abertura do Parque de Eventos para montagem dos boxes
16h – Abertura da secretaria de prova
18h – Fechamento da secretaria de prova

Domingo (22/10)
7h – Abertura da secretaria de prova
7h30 – Início da vistoria técnica e entrada no parque fechado
8h45 – Briefing técnico aos pilotos e equipes
9h – Início das largadas com os primeiros pilotos
10h – Fim da vistoria técnica e entrada no parque fechado
10h – Fechamento da secretaria
15h – Previsão da premiação aos campeões
17h – Encerramento das atividades

 

Categorias

Elite (Força Livre) – Pilotos classificados no resultado geral
Júnior (Força Livre) – Pilotos de até 23 anos
E1 (Pró) – Motos até 150cc 2T e até 250cc 4T
E2 (Pró) – Motos de 175cc até 250cc 2T e de 251cc até 450cc
E3 (Pró)- Motos acima 251cc 2T e acima de 450cc 4T
E4 (Pró) – Motos originalmente de até 28CV
E35 (Força Livre) – Pilotos acima de 35 anos completados no ano
E45 (Força Livre) – Pilotos acima de 45 anos completados no ano
E50 (Força Livre) – Pilotos acima de 50 anos completados no ano
E5 (Novato) – Motos até 150cc 2T e até 250cc 4T
E6 (Novato) – Motos de 175cc até 250cc 2T e de 251cc até 450cc
E-CRF 10 (Monomarca) – Somente para moto Honda CRF 230F (exceto piloto ranqueado)
EF (Força Livre) – Feminina
Trilheiros Importada – Pilotos que nunca participou de provas