EUA anunciam equipe para o Motocross das Nações 2018

Plessinger, Barcia e Tomac, ao lado do lendário Roger DeCoster, que mais uma vez será o chefe da equipe americana no Motocross das Nações

 

Eli Tomac, Justin Barcia e Aaron Plessinger serão os responsáveis por representar os Estados Unidos em casa no Motocross das Nações 2018, nos dias 6 e 7 de outubro em RedBud.

Não há surpresas na escolha desses pilotos, já que a convocação, anunciada em Unadilla, onde está sendo disputada a 10ª etapa do AMA Motocross 2018, foi feita baseada na classificação do campeonato nas categorias 450 e 250.

Tomac lidera a 450, enquanto Barcia é o quarto colocado (Musquin, francês, é o vice-líder e Roczen, o terceiro colocado, é alemão).

Plessinger lidera a 250.

Com uma equipe forte, os americanos são um dos favoritos ao título deste ano.

O objetivo é justamente destronar a França, que venceu as últimas quatro edições do evento.

Talvez esta missão tenha ficado um pouco mais fácil depois que a federação francesa decidiu deixar Musquin fora da convocação.

Os Estados Unidos venceram o Nações pela última vez em 2011 e, no ano passado em Matterley Basin, conquistaram um decepcionante nono lugar.

Tomac, que vai para o seu terceiro Nações (o último em 2014), competirá na categoria MXGP.

Plessinger, estreante no evento, será o piloto da equipe na MX2.

O veterano do time é Barcia (quatro Nações, o último em 2015), que irá competir na categoria Open.