Em dia turbulento, Cody Webb leva a melhor no Minas Riders 2017

Cody Webb enfrentando dia de neblina, chuva e confusão – Fotógrafo: Maragni M.

 

O segundo dia de provas no Red Bull Minas Riders 2017 foi bastante turbulento. No início do dia, policiais ambientais e rodoviários realizaram uma operação que paralisou a prova por alguns momentos.

As informações sobre o ocorrido ainda são confusas, mas a principal categoria – Gold – teve prosseguimento depois do imbróglio. As classes Silver, Bronze e Iron foram paralisadas. Motos também foram apreendidas.

“Nao utilizo as redes sociais para reclamar e espalhar baixo astral mas hoje foi um dia triste pra mim! Foram meses de trabalho , logística , investimento etc ..para terminar um dia assim. Sai de casa as 6 da manhã com uns 15 graus sob chuva e neblina para estar junto da maior prova off road que teremos em 2017 no Brasil . Pois bem , não foi que a polícia ambiental juntamente com a rodoviária armou uma “arapuca” e apreendeu 26 motos dos participantes sob a alegação de não termos as tais licenças ( mentira ). Muito mas muito frustrado em ter ficado em uma delegacia com pilotos da Alemanha , Suíça, Austria por mais de 6 horas .E um detalhe a poucos kilometros dali foi onde ocorreu o triste episódio da SAMARCO !! …vida que segue !”, escreveu Carlos Augusto Constantino, proprietário da Orange BH e um dos organizadores do evento, em seu perfil de Facebook.

– Infelizmente houve esse problema nos bastidores. É a minha estreia no Hard Enduro e estou bastante motivado, principalmente depois do primeiro dia de prova, quando tive que me superar. Enfrentei quedas, problema com o GPS, raízes, muita pedra e até um trecho estreito, na beira de um precipício, que testou ao máximo o meu medo de altura – Diego relatou Colett, brasileiro que corre na categoria Bronze.

 

Resultados da Gold

Graham Jarvis segue na liderança – Fotógrafo: Marcelo Maragni

 

Texto de Tiago Mendonça e Mariana Rennhard, da Red Bull

Pouca gente apontava Cody Webb como favorito no Red Bull Minas Riders. Mais por ser a estreia dele nas trilhas brasileiras do que qualquer outra coisa, já que sabidamente trata-se de um cara de uma qualidade incrível.

O segundo lugar no Red Bull Hare Scramble do ano passado – disputado na Áustria e considerado o enduro mais difícil do mundo – é uma prova disso.

Não que as condições climáticas fossem as mais propícias, muito pelo contrário, chuva e frio o tempo todo, mas rolou uma química absurda entre Cody e o Minas Riders.

O cara está andando forte desde o Prólogo e, nesta sexta-feira, venceu pela primeira vez na carreira um trecho do Hard Enduro. Terminou como o mais rápido do dia no percurso entre Ouro Preto e Barão de Cocais.

– Foi absolutamente insano, experiência incrível. Eu já disputei alguns enduros bem difíceis, mas isso aqui está em outro nível. Não tive descanso, porque esse terreno não perdoa. Encaramos montanhas, passamos pelo meio da floresta, mata muito, muito fechada. Conseguir vencer um dia de disputa já é incrível – disse Cody Webb.

Mais do que isso, Webb se posicionou ainda melhor na disputa pela vitória. O resultado reduziu a vantagem de Graham Jarvis na liderança geral para menos de dois minutos.

– Estou numa disputa muito apertada com o Cody. Ele é um cara legal e estou curtindo brigar pela vitória com ele, a gente está se empurrando, se distanciando mais dos outros. Se um de nós errasse uma curva hoje, o outro passava. Para um cara novo no esquema de navegar por GPS, o Cody está mostrando que aprende rápido – afirmou Graham Jarvis.

Em um cenário onde qualquer descuido poderia ser fatal para as pretensões de vitória, o descuido de Jarvis veio na subida final. Ele não conseguiu completar esse trecho logo de primeira, e enquanto se preparava para tentar de novo, Cody passou voando por ele. Jarvis teve de se contentar com o segundo lugar.

Ainda sofrendo de dores no ombro em função de uma lesão nos treinos (que voltou a incomodar), Alfredo Gomez aparece na terceira posição na classificação geral, mas quase meia hora atrás dos líderes, diferença que parece impossível de ser tirada nos últimos dois dias de evento.

Será mesmo?

O penúltimo dia de Red Bull Minas Riders terá um rolê de 110 km entre Barão de Cocais e Belo Horizonte. Confira a programação completa abaixo.

 

Programação

Quinta-feira, 18
1º Dia Off-road em Ouro Preto
Gold: 93 km
Silver: 87 km
Bronze: 71 km
Iron: 54 km

Sexta-feira, 19
2º Dia Off-road de Ouro Preto para Barão de Cocais
Gold: 148 km
Silver: 147km
Bronze: 128 km
Iron: 124 km

Sábado, 20
3º Dia Off-road de Barão de Cocais para Belo Horizonte
Gold: 110 km
Silver: 99 km
Bronze: 95 km
Iron: 95 km

Domingo, 21
4º Dia Off-road de Belo Horizonte para Honório Bicalho
Gold: 47 km
Silver: 42 km
Bronze: 40 km
Iron: 41 km

Epílogo em Honório Bicalho (aberto ao público)
R. Nove, 1153 – Honório Bicalho, Nova Lima – MG, 34000-000