e-MX: Saiba como foi o Motocross das Nações Virtual 2017 – MXoN-v

 

Fala, galera!

Hoje apresento a vocês a tradução da matéria publicada pela FIM-V (Federação Internacional de Motocross Virtual).

*Tradução do texto – Alexandre Dalçoquio

No último sábado, dia 14 de outubro 2017, podemos dizer sem exageros que foi realizada o evento mais grandioso da temporada no motocross virtual do mundo, o MXON-V 2017, que reuniu 30 pilotos virtuais de 8 países.

Cada país apresentou os seus melhores representantes para lutar pelo troféu das nações. E esta luta acabou por ser tão intensa e brilhante!

A copa do mundo do motocross virtual foi decidida apenas após o final da última corrida do dia. Até ao fim, não sabíamos qual a equipe iria ganhar o título. Durante todo o evento, a luta pelo primeiro lugar foi liderada por 3 equipes – Suécia, Rússia e Brasil.

Como resultado, a principal equipe russa, com os pilotos “Chungtonov” (MXGP), “k. Nikitin” (MX2) e “Shcherbakov” (OPEN) conseguiu fazer tudo o que era possível e ganhou o MXoN-v MXGP3 2017. Ficaram à frente dos seus principais rivais (equipe sueca) por apenas 1 ponto.

***

Resultado geral do MXoN-v por categoria

 

Comentário do chefe da equipe brasileira “CRT BRASIL TEAM” e piloto virtual (Xaropinho 00 #800):

Nós, brasileiros, agradecemos o convite para participação no maior evento do motocross virtual neste ano, como sua primeira edição ficamos contentes pelo resultado alcançado, apesar de termos duas equipes divididas pelo regulamento, consideramos apenas uma equipe pelo total e consideramos ser a quarta nação melhor do mundo do motocross virtual.

As corridas foram bem disputadas e todos os nossos pilotos fizeram seu melhor dentro de suas possibilidades, alguns sem poder treinar muito mas cumpriram o compromisso e representaram nossas cores.

O ponto negativo foi a queda de sinal (internet) de nosso piloto da MX2 Silvim Damasceno, que acabou ficando de fora da 1ª bateria, mas os outros fizeram seu papel e correram muito bem. Nosso piloto melhor colocado no individual foi “Xaropinho 00”, que ficou vice-campeão da da categoria MX2.

Obrigado a todos que curtiram e acompanharam pelas transmissões ou vídeos, e em especial aos pilotos que representaram o Brasil neste evento.

Alexandre Dalçoquio – piloto virtual ( Xaropinho 00)
Giovane Borba – piloto Virtual (MxGiovane#344)
Junior Bulhões – piloto virtual (Bulhões #915)
Silvim Damasceno – piloto virtual (*BRMX*Silvim Mito)
Alessandro Lele – piloto virtual (*AmsRacing*Lele#7)
Denis Ramos Bordim – piloto Virtual ([FAB-VIGARISTA#20])

 

Tabela final de pontuação divulgada pela FIM-V:

MXoN-v

 

Reveja as corridas do MXoN-v

 

>>> Cadastre-se em nossa liga e venha participar com a gente