CRÔNICA: Carlos Campano duela com Balbi Junior e mantém liderança do Brasileiro de Motocross 2012 após realização da segunda etapa, em Canelinha

Yamaha

O espanhol Carlos Campano – Yamaha Grupo Geração Monster Energy Circuit – mais uma vez foi seguro em sua pilotagem e garantiu vitória nas duas baterias da MX1 na segunda etapa do Brasileiro de Motocross 2012, realizada em Canelinha, Santa Catarina, no domingo, 29.

Eduardo “Dudu” Lima – EMG Racing Kawasaki Rinaldi – venceu a MX2 após uma disputa muito emocionante com Thales Vilardi – Honda Mobil – e Rafael Faria – Yamaha Flying Racing –, mantendo a liderança na classificação do campeonato.

Na 85cc, Fabio dos Santos – Dunas Racing – ganhou a disputa com Enzo Lopes – KTM Racing – e agora tem dois pontos de vantagem na liderança da competição sobre Gustavo Pessoa – Honda Mobil.

O BRMX Broadcast transmitiu tudo ao vivo com narração de Cale Neto e comentários de Keu Lerner, além de abrir Mural Interativo, com promoções que vão dar brindes para os ouvintes (resultados dos sorteios serão divulgados nos próximos dias).

Confira a seguir a crônica das corridas:


Campano mantém liderança após duelo com Balbi na MX1


Campano e Balbi abriram distância dos concorrentes na segunda bateria da MX1 – Foto: Elton Souza / BRMX

A previsão meteorológica mostrava chuva, mas o domingo, 29, foi ensolarado e emocionante em Canelinha.

Na primeira bateria da principal categoria, Antonio Jorge Balbi Junior, da equipe Pro Tork 2B Kawasaki Racing, largou na frente. Leandro Silva – Honda Mobil –, Jean Ramos – Escuderia X Motos – e Dario Arco – Suzuki Argentina – vinham na sequência.

O espanhol Carlos Campano largou no segundo pelotão, e começou a buscar posições, assumindo a liderança aos 10 minutos de prova.

Balbi sofreu uma queda nas primeiras voltas – assim como Dario Arco –, caiu para oitavo, e teve que se recuperar para chegar em terceiro.

Adam Chatfield – IMS Honda Pirelli Vulcano – também fez uma grande corrida. Após largar no pelotão intermediário, terminou a bateria na segunda posição.

A segunda bateria foi ainda mais emocionante.

Desta vez, Campano largou na frente, seguido de Balbi e João “Marronzinho” Paulino – Yamaha Grupo geração Monster Energy – que, lesionado, pouco tempo aguentou entre os ponteiros antes de abandonar.

O foco se voltou para Balbi e Campano, que abriram cerca de 30 segundos dos demais pilotos.

Aos 10 minutos de corrida, Balbi fez o ataque e passou o espanhol no duplo que sucede a mesa de chegada, em frente a arquibancada principal do circuito.

Com uma pilotagem agressiva, Balbi se manteve na liderança por oito minutos, até errar, cair, e ceder a quarta vitória em quatro baterias no campeonato para Campano.

Balbi manteve a segunda posição, enquanto Adam Chatfield assegurou a terceira posição após duelar com Leandro Silva e Wellington Garcia, ambos da equipe Honda Mobil.

– O sol estava muito baixo no horizonte e em vários trechos da pista eu precisei reduzir a velocidade porque não conseguia enxergar nada na minha frente. Em um desses momentos, o Balbi vinha muito rápido e me passou. Pensando no campeonato, eu já estava satisfeito com a segunda posição na bateria, que me daria a vitória geral na etapa, mas o Balbi acabou errando e eu voltei para o primeiro lugar. Foi uma disputa muito justa – explicou Campano.

– Quem acompanhou a estreia da competição sabe o quanto foi difícil para mim. Caí, não completei a prova, me lesionei, fiquei lá para trás na classificação, enfim. Estou muito feliz com este resultado e cada vez mais crente que posso brigar de igual pra igual com o Campano, que é sem dúvidas o cara a ser batido. Ele é um excelente atleta, mas estou cada vez mais focado – disse Balbi.


Por oito minutos, Balbi Júnior provou que é possível superar Campano – Foto: Elton Souza / BRMX

Classificação do campeonato

MX1
1) Carlos Campano – 100 pontos
2) Adam Chatfield – 86 pontos
3) Wellington Garcia – 69 pontos
4) Leandro Silva – 68 pontos
5) Jean Ramos – 59 pontos
6) Antonio Jorge Balbi Junior – 58 pontos
7) Marcello “Ratinho” Lima – 57 pontos
8) Humberto “Machito” Martin – 50 pontos
9) Luis Correa – 47 pontos
10) Douglas “Duda” Parise – 44 pontos

>>> Veja os resultados de cada bateria!

Yamaha