#COPAnoBRMX: motocross da Bélgica é 10x maior que o futebol do Brasil

100% Motocross

 

Mais uma vez aproveitamos a Copa do Mundo de futebol para falar de motocross.

A série #COPAnoBRMX inicou em 2014 apresentando os adversários do Brasil e volta agora para fazer uma comparação com a Bélgica, país que a seleção canarinho encara nas quartas-de-final da Copa da Rússia.

O Brasil é pentacampeão da Copa do Mundo de Futebol da FIFA, o país que mais venceu esta competição.

Por outro lado, os pilotos da Bélgica têm 18 títulos mundiais de motocross da FIM na categoria principal (250/MX1/MXGP), e ainda somam mais 10 na 125/MX2 e outros 24 na 500/MX3, chegando a um total de 52 títulos mundiais.

A Bélgica é o país do motocross, sem dúvidas. Nenhum outro país produziu mais campeões mundiais que este pequeno pedaço de terra localizado no Oeste da Europa.

Aliás, “pedaço de terra” do tamanho do estado de Alagoas com uma população igual à da cidade de São Paulo, ao redor de 12 milhões de habitantes.

Imagine se São Paulo conseguisse produzir 52 títulos mundiais de motocross nas últimas cinco décadas!

Na lista dos 10 maiores campeões mundiais de motocross todos os tempos, 7 são belgas. Apenas Tony Cairoli (Itália), Torsten Hallman (Suécia) e Heikki Mikkola (Finlândia) se infiltram nesta turma.

 

Os maiores

Everts e Smets estão entre os maiores de todos os tempos

 

Stefan Everts é o maior de todos os belgas com 10 conquistas nas décadas de 1990 e 2000. Seu pai, Harry Everts, é o décimo maior, com 4 títulos.

Enquanto o Brasil corre atrás do Hexa no futebol, a Bélgica já tem um: Joel Robert ganhou o Mundial de Motocross seis vezes na categoria principal, a 250cc, nos anos de 1964, 1968, 1969, 1970, 1971, 1972.

Na Bélgica são quatro pentacampeões: Roger De Coster (5x na 500cc), Joel Smets (5 / 4× na 500cc, 1× 650cc), Georges Jobé (5 / 3× na 500cc, 2× na 250cc) e Eric Geboers (5 / 2× na 500cc, 1× na 250cc, 2× na 125cc).

Claro, Copa do Mundo de futebol acontece apenas de 4 em 4 anos e Mundial MX tem todos os anos. A comparação é injusta, mas serve de ilustração.

Se quiser uma comparação mais justa, pegue os títulos de times brasileiros no Mundial de Clubes da FIFA, que acontece todos os anos: são 11 títulos do Brasil no futebol contra os 18 títulos da Bélgica na classe principal do motocross. Bélgica wins again.

A Bélgica também é a terceira nação com o maior número de títulos no Motocross das Nações. São 15 ao total, perdendo apenas para Grã-Bretanha (16x) e Estados Unidos (22x).

 

E o futebol na Bélgica?

A Bélgica nunca foi um país expressivo no futebol. Tem uma medalha de ouro nas Olimpíadas de 1920 como grande conquista de sua seleção.

Mas o time belga de 2018 é a melhor de todos os tempos. Tem jogadores que atuam em grandes times da Europa e sonham em eliminar o Brasil nas quartas-de-final.

O jogo é sexta-feira, 6, às 15h do horário de Brasília.

Sua torcida vai para quem?

 

Curiosidade

Em 2012, quando a Bélgica sediou o Motocross das Nações na pista de Lommel, o BRMX esteve presente.

Ávidos por saber se as pessoas comuns daquele país gostavam mesmo de motocross como imaginávamos, perguntamos ao atendente da locadora de carros se ele gostava de motocross.

Era o primeiro belga com quem tínhamos contato. E a resposta dele foi:

– Gosto muito, sou fã dos Everts e tenho a minha moto para andar de vez em quando.

Tivemos a certeza que estávamos no país do motocross.

 

Reveja a transmissão do MXoN 2012

A Bélgica já foi sede do MX das Nações dez vezes na história. Das 15 vezes que foi campeã, 4 foram em casa. Mas a mais recente, em 2012, foram os alemães que vibraram.

 

 

 

 

 

Pistas na Bélgica

Em uma busca rápida no Google, encontramos 20 pistas de motocross no território belga. A marcação amarela significa que as pistas estão abertas para treino, as em vermelho estão fechadas e as em azul estão abertas apenas para corridas.

 

 

Everts X Carmichael

Também foi na Bélgica que aconteceu uma das maiores disputas de todos os tempos. Stefan Everts X Ricky Carmichael no Motocross das Nações 2003.

Clique no post abaixo para ver esta história em detalhes!

Relembre a corrida que colocou Stefan Everts e Ricky Carmichael frente a frente no MX das Nações 2003

 

Eric Geboers morre aos 55 anos após mergulho na Bélgica