Circuito de Itabirito terá novidades para a final da Copa Pro Tork Minas Gerais de Motocross

copamg_ianLara

Pista do Córrego do Bação foi reformada para receber final – Crédito: Ian Lara

 

A pista que receberá a final da Copa Pro Tork Minas Gerais de Motocross terá novidades para pilotos e público. O circuito construído ano passado na Rua Principal, s/nº, no Córrego do Bação, em Itabirito, foi reformado para as doze corridas dos dias 12 e 13 de dezembro.

Dessa vez, os 1.450 metros de pista vão contar com 11 obstáculos. Entre eles um step down, step up, salto seco, salto catapulta, seção de waves, seção de costelas mansas, salto triplo e algumas mesas.

– Tivemos que adicionar mais de 60 caminhões de areia para mudar alguns obstáculos e dar um nível ainda mais elevado ao circuito. Deixamos a mesa de chegada maior e o step up também. Além disso, tirei um triplo para inserir uma seção de costelas mansas – explica Cássio Marques, o Cassinho, organizador do campeonato.

Para as pessoas que forem conferir o GP Itabirito serão oferecidos 100 metros de arquibancada, sendo 80 metros coberta e 20 metros descoberta

– Sabemos da possibilidade de chuva ou de sol intenso nesse final de semana, então resolvemos dar um conforto maior para o público. Como é de costume, também vamos ter área para cadeirantes, praça de alimentação e vários banheiros químicos para atender a todos muito bem – afirma Cassinho.

Quem não puder comparecer à cidade de também poderá acompanhar a briga pelo título através da internet. A transmissão ao vivo do evento começa às 12h e será disponibilizada aqui no BRMX – ACESSE!

Jean Ramos lidera a categoria Superfinal, seguido de Balbi Junior e Carlos Campano. O paranaense também está na frente na MX1, seguido de Adam Chatfield e Balbi. A MX2 está sob domínio de Dudu Lima, que tem Enzo Lopes e Anderson Amaral na segunda e terceira colocações, respectivamente.