BRMX Timeline: resultados da 3ª etapa do Brasileiro de Motocross 2016, em Extrema

jean_dom_mauhaas-1

Jean ganhou a primeira bateria – Fotógrafo: Mau Haas / BRMX

 

Confira abaixo, ao longo de todo dia, os resultados da 3ª etapa do Brasileiro de Motocross 2016, que aconteceu em Extrema, Minas Gerais, neste domingo, 17.

 

 

Resultados da 3ª etapa

MX2 – bateria 1

O gaúcho Leonardo Lizott largou na frente na primeira bateria do dia e segurou os ataques de Pepê Bueno por algumas voltas, até o paranaense assumir a ponta para liderar toda bateria. Na última volta, porém, o cabo do acelerador da moto de Pepê estourou e ele teve que abandonar a corrida. O paulista Fábio Santos, que largou mal e fez grande prova de recuperação, pressionando Pepê no fim da corrida, acabou vencendo.

Alguns pilotos sofreram quedas. Enzo Lopes foi um deles, ainda no início da bateria. O piloto foi levado ao hospital com dores nos pulsos.

mx2_1bateria_extrema

MX2 – bateria 2

Fabio Santos passou Pepê Bueno ainda no começo e abriu vantagem. Léo Souza, que largou na quinta posição, terminou a prova em terceiro. Gustavo Pessoa chegou à liderança, mas acabou saindo da pista e caindo para o quarto lugar. Caio Lopes avançou para a quinta colocação, mas ficou de fora do pódio pela soma das baterias.

.

extrema16_prova_mx2-2

 

MX2 – geral
extrema16_prova_mx2-soma

 


 

MX1 – bateria 1

Jean Ramos saiu na frente, trazendo Dudu Lima, Paulo Alberto, Ratinho Lima e Carlos Campano na sequência. O paranaense da Yamaha conseguiu abrir vantagem na dianteira, enquanto Campano foi ganhando posições com o passar da corrida. Na metade da prova, o espanhol passou Paulo Alberto e logo em seguida conquistou a segunda posição ao deixar Dudu para trás.

.
mx1_primeirabateria_extrema

 

MX1 – bateria 2

Carlos Campano fez a primeira curva na liderança e dava pinta de que venceria a bateria. Mas Jetro Salazar, Hector Assunção e Jean Ramos vinham rápidos logo atrás e pressionaram o espanhol. Campano liderou metade da corrida e começou a sentir dores no pescoço recorrentes da lesão sofrida em Paty do Alferes. Jetro Salazar, que na primeira bateria sofreu porque perdeu a lente do óculos, fez uma bela ultrapassagem e assumiu a ponta para não largar mais. Hector imprimiu bom ritmo e também passou Campano. E Jean caiu forte e abandonou a prova (mas passa bem).

.
mx1_2_extrema

 

MX1 – geral
soma_extrema_mx1

 

Júnior

Com o primeiro lugar no treino cronometrado, o jovem piloto Leonardo Nunes da MXJR repetiu o desempenho conquistando a vitória da prova oficial da categoria.

O atual líder do campeonato, Leonardo Cassaroti, largou na ponta. Léo Nunes largou em terceiro e avançou até conseguir o segundo lugar ficando na cola de Cassarotti.

Quando Cassaroti caiu pouco tempo depois da metade da prova, Léo Nunes aproveitou para assumir a liderança. “Fiquei esperando a oportunidade para ultrapassar e quando o Cassarotti caiu consegui me adiantar com uma boa diferença de tempo em relação aos outros pilotos. É uma vitória depois de um período de dificuldades. Em 2015 estava competindo muito lesionado e em 2016 quebrei o braço um mês antes de iniciar a temporada. Dei o melhor de mim nas duas primeiras etapas e nessa em especial eu coloquei na minha cabeça que agora eu ia vencer e aqui estou, muito agradecido é o meu primeiro pódio depois de 3 anos”, relata o vencedor da prova.

Com o resultado desta etapa o pernambucano Tallys Nathan assumiu a liderança do Campeonato e o vencedor da etapa, Léo Nunes é vice-líder.
extrema16_prova_junior

 

 

 

Resultados do Warm-up

MX2
mx2_warmup_extrema

 

MX1
extrema16_crono_mx1

 

Júnior
extrema16_crono_junior

extrema_sab_mauhaas-48

Enzo caiu na primeira bateria da MX2 e abandonou a prova com dores nos pulsos – Fotógrafo: Mau Haas / BRMX