BRMX Timeline: atualizações de domingo no GP Argentina do Mundial de Motocross 2015

mxgpARG_podio_mauhaas-1
Desalle, Nagl e Cairoli na hora da champa – Foto: Mau Haas / BRMX

 

A foto do pódio do Grande Prêmio da Argentina do Mundial de Motocross 2015 é diferente do que a maioria imaginou. Ryan Villopoto sequer participa dela, enquanto o alemão Max Nagl ocupa o lugar mais alto, tendo o belga Clement Desalle (segundo) e o italiano Antonio Cairoli (terceiro) em sua companhia.

Os que desejam ansiosos pelo duelo direto entre RV2 e TC222 precisam esperar um pouco mais. Na Argentina, Tony e Villo estiveram perto de fazer uma disputa mais quente, mas Cairoli pilotou sempre à frente do rival e, na maior parte do tempo, com algum conforto. Não que Villopoto fosse incapaz de causar pressão em Tony, mas o italiano teve sua colocação sob controle todas as vezes que o norte-americano tentou se aproximar, tanto na primeira quanto na segunda bateria.

>>> Veja a classificação do campeonato após três etapas

Paralelo a esta briga particular, Nagl X Cairoli, Desalle X Villopoto e Cairoli X Desalle foram duelos interessantes na categoria MXGP. O alemão Max Nagl mostrou estar em plena forma, exibindo uma tocada agressiva e com confiança. O belga Clement Desalle está sorrindo (coisa rara) fora da pista e com a faca nos dentes dentro dela, tanto que lidera o campeonato desde a rodada da Tailândia e, neste domingo argentino, venceu sua primeira bateria no ano.

Olhando para fora da competição, os hermanos fizeram um grande evento. A organização demonstrou competência para gerir, conseguindo com êxito montar um GP com “ares de Europa” no visual e no cumprimento das regras, e um GP com a “cara da Argentina” no quesito público, torcida, paixão, emoção. Mais de 15 mil pessoas passaram pelo motódromo da pequena cidade de Villa La Angostura neste fim de semana. E todos estavam dispostos a cantar, vibrar, pular, aplaudir, buzinar, empunhar bandeiras, fazer churrasco e festa. Eles também souberam respeitar, pois mesmo ficando muito próximos da pista, NÃO invadiram ou jogaram objetos para dentro do traçado.

>>> Confira os vídeos de sábado!

O país não sedia uma etapa de Mundial de Motocross desde meados da década de 90, apesar de ser uma terra de tradição em esportes a motor. O público adora motos (e carros) na pista e a pátria não parece estar tão “mal das pernas” como se prega por aí. Se comenta que Villa la Angostura, que fica em uma das regiões mais bonitas e turísticas do território portenho, deve sediar etapas do Mundial nos próximos três anos. E até o Chile, vizinho de porta da Argentina, pode aparecer no calendário em breve.

A próxima parada do Mundial de Motocross é na Itália, na pista de Arco di Trento, no dia 19 de abril. O campeonato ainda tem mais 14 rodadas e muito deve acontecer. Neste momento, Clement Desalle lidera com 10 pontos a mais que Max Nagl e Antonio Cairoli, que estão empatados na segunda colocação. Ryan Villopoto é o quarto colocado com 27 pontos a menos que o líder.

Abaixo você confere a Timeline do BRMX, com atualizações cronológicas dos acontecimentos deste domingo. Os melhores momentos da etapa você confere em breve, clicando aqui.

 

 

BRMX TIMELINE

8h30 – Los inchas se aconchegam

“Los inchas”, como se chamam os torcedores argentinos, chegaram cedo para acompanhar a terceira etapa do Mundial de Motocross 2015. Mesmo com frio, milhares pessoas se agruparam nas encostas dos morros para esperar o primeiro treino de aquecimento, que começou às 10h20. Churrasco, mate amargo, café, chocolate quente com “dulce de leche”, temperavam a manhã. Veja algumas fotos!

DCIM100GOPROGOPR2601.
Galera pronta para ver as motos na pista – Foto: Mau Haas / BRMX

 

DCIM100GOPROGOPR2598.
Los inchas de motocross – Foto: Mau Haas / BRMX

 

DCIM100GOPROGOPR2594.
Churrasqueiros queimando umas ovelhas – Foto: Mau Haas / BRMX

 

DCIM100GOPROGOPR2592.
Que fome! – Foto: Mau Haas / BRMX

 

DCIM100GOPROGOPR2605.
Gaúchos brasileiros presentes no MXGP – Foto: Christine Wesendonk / BRMX

 

DCIM100GOPROGOPR2610.
Box do Villopoto encheu cedo de fãs – Foto: Christine Wesendonk / BRMX

.

Corridas

14h – Ferrandis vence primeira da MX2

mxgpARG_domingo_mauhaas-7
Francês Dylan Ferrandis venceu a primeira bateria da MX2 após bom duelo contra letão Jonass Pauls. O favorito, Jeffrey Herlings, caiu na largada e abandonou a prova – Foto: Mau Haas / BRMX

 

mxgpARG_domingo_mauhaas-3
Jonass andou muito bem na primeira bateria – Foto: Mau Haas / BRMX

 

 

 

15h – Desalle desbanca favoritos

mxgpARG_domingo_mauhaas-22
Belga Clement Desalle segurou as investidas de Toy Cairoli e faturou a primeira bateria da 450. Max Nagl foi o terceiro e Villopoto o quarto – Foto: Mau Haas / BRMX

 

mxgpARG_domingo_mauhaas-15
Garoa fina caiu durante a largada da MXGP – Foto: Mau Haas / BRMX

 

 

16h – Jeffrey Herlings ganha segunda bateria da MX2

mxgpARG_herlings_mauhaas-1
Depois de cair na primeira bateria, holandês voltou com sua habitual velocidade para a segunda corrida e ganhou com sobras, mantendo a liderança do campeonato – Foto: Mau Haas / BRMX

 

 

17h – Max Nagl brilha e conquista MXGP

mxgpARG_domingo_mauhaas-20
Alemão da Husqvarna venceu a segunda bateria e ficou no topo do pódio da MXGP – Foto: Mau Haas / BRMX

 

– Foi um fim de semana muito desafiador para mim. Ontem (sábado) não fui muito bem e precisamos mudar algumas coisas na moto, principalmente na suspensão. Hoje (domingo) me senti bem, não cansei muito e consegui me puxar até o fim. Nem esperava ganhar este fim de semana e por isso estou muiro feliz. A pista era bem boa, uma pista de corrida de verdade, na qual era possível usar diversas linhas, com um terreno bom – elogiou Max Nagl.

 

mxgpARG_domingo_mauhaas-12
Villopoto ainda não está sobrando no MXGP como muitos esperavam – Foto: Mau Haas / BRMX

 

mxgpARG_domingo_mauhaas-17
Clement Desalle segue líder da MXGP após etapa da Argentina – Foto: Mau Haas / BRMX

 

– Estou feliz pela manutenção da liderança do campeonato, mas um pouco desapontado porque poderia ter vencido o GP. Meu fim de semana foi bom, a pista era boa, bastante traiçoeira, mas muito boa – comentou Desalle.

 

 

mxgpARG_domingo_mauhaas-16
Tony Cairoli mostrou que tem bala na agulha pra aguentar qualquer disputa – Foto: Mau Haas / BRMX

 

– Meu ritmo estava bom. Cometi um erro no fim da primeira bateria ao dar um scrub e caí, fiz um superman (risos). Senti um pouco de dores no ombro, no joelho e na mão, mas nada anormal. E na segunda bateria larguei bem, mas Max estava muito rápido e me passou. A pista estava difícil e cheia de armadilhas. Estou feliz porque o campeonato está bem competitivo, não como em anos anteriores em que era sempre eu e Clement Desalle na frente. Isso é bom para o esporte – afirmou Cairoli.

 

 

 

Resultados das corridas

Soma das baterias MXGP
overal_mxgp_argentina_ok

 

Soma das baterias MX2
overal_mx2_argentina_ok

 

 

Segunda bateria MXGP

resultado_segundabateria_mxgp_argentinai

 

Segunda bateria MX2

resultado_segundabateria_mx2_argentinai

 

 

Primeira bateria MXGP

resultado_primeirabateria_mxgp_argentinai

 

Primeira bateria MX2
resultado_primeirabateria_mx2_argentina

 

Treinos de aquecimento

Warm-up MX2

resultados_warmup_mx2-argentina

 

Warm-up MXGP

resultados_warmup_mxgp-argentina