BRMX Stats: números mostram peculiaridades de Anahein 1 2018

Todo início de temporada vem acompanhado de uma imensa curiosidade do público: quem estará mais rápido? Esta pergunta, lá pela quinta etapa, se transforma em outra questão: quem estará mais preparado?

Ao longo dos 17 rounds da temporada 2018 do AMA Supercross, iremos acompanhar as estatísticas para tentar compreender os sucessos e insucessos dos pilotos na categoria 450SX.

Fique à vontade para compartilhar algum número interessante que você encontrar durante esta nossa jornada.

Para nos auxiliar nesta tarefa, utilizaremos os painéis criados pela OMNIBI BRMX e que você pode acessar no MENU | CLASSIFICAÇÃO ou diretamente no link abaixo:

>>> AMA SX 2018 – CLASSIFICAÇÃO

Faremos uso destes gráficos constantemente, pode apostar!

 

Falando em apostas…


Quem apostou em ET3 não contava com isso 😯

39,6% dos participantes apostaram que Eli Tomac venceria na noite de sábado, 6 de janeiro, em Anaheim, contra 37,79% que apontaram a vitória de Murvin Musquin. Tomac só superou as apostas em Musquin após o início dos treinos classificatórios e das Heats.

891 foram os participantes desta primeira rodada do Bolão BRMX. Um bom número, você não acha?

>>> BOLÃO BRMX – AMA SX 2018

 

260

Pontos foram distribuídos para os 22 pilotos que disputaram o Main Event na classe 450SX em A1. São 37 pontos a mais por etapa com a nova regra da Feld Motorsports. Até o ano passado, o Main Event distribuía 223 pontos, sendo que os três últimos colocados somavam igualmente 1 ponto cada.

 

26

Pontos para o #25. Musquin é o primeiro piloto a marcar 26 pontos em uma única etapa do AMA SX.

 

25

Pontos separam Eli Tomac (22º colocado) de Marvin Musquin (1º lugar) ao fim desta primeira rodada. No formato antigo de pontuação, esta diferença seria de 24 pontos.

 

7

Foram as voltas rápidas de Eli Tomac durante a corrida principal no Angel Stadium. Estes também foram os números de voltas lideradas pela Kawasaki.

 

14

Foram as voltas lideradas pela KTM (Musquin), e 3 foram as voltas lideradas pela Yamaha (Barcia).

 

52.575s

Foi a volta mais rápida no Main Event, cravada exatamente por Tomac, na segunda volta. Nenhum outro piloto andou na casa dos 52s durante toda a corrida principal.

 

86.807

Dólares é o valor total pago pela Feld Motorsports em premiações na classe 450SX a cada etapa. Todos os 40 pilotos que entram na pista para as disputas recebem um prêmio em dinheiro. O vencedor da rodada embolsa 12 mil dólares, e os dez últimos na LCQ recebem 1 mil dólares cada.

 

Pilotos por marca – Main Event

7 HONDA
4 KTM
3 KAWASAKI
3 SUZUKI
3 YAMAHA
2 HUSQVARNA

 

Pontos por marca – nesta etapa

82 HONDA
55 KTM
39 YAMAHA
31 HUSQVARNA
29 SUZUKI
24 KAWASAKI