Conheça os representantes do Brasil no Internacional Six Days Enduro 2017

Internacional Six Days Enduro
Time brasileiros no Six Days 2017 – Fotógrafo: Janjão Santiago / KTM

 

Bruno Crivilin e Rômulo Bottrel, da equipe Orange BH KTM Racing, e Diego Colett e Gustavo Pellin, da equipe Sacramento Racing, são os quatro pilotos que integram a seleção brasileira e defende o país no ISDE (Internacional Six Days Enduro), que acontece em agosto, na França.

O evento é um dos mais antigos e populares desafios de off-road do planeta, conhecido também como a “Copa do Mundo de Enduro”, atraindo mais de 700 competidores de diversos países a cada edição. O Internacional Six Days Enduro é o mais longo evento anual da FIM (Federação Internacional de Motociclismo) e acontece desde 1913, lembrando o estilo do Motocross das Nações, onde os pilotos defendem o seu país de origem em uma equipe.

A última vez em que pilotos brasileiros tiveram uma delegação oficial foi em 2003, quando a prova aconteceu em território nacional. Após um longo intervalo de 14 anos, o Brasil será representado por uma delegação formada por pilotos da elite do enduro nacional.

 

Bruno Crivilin

Da equipe Orange BH KTM Racing, Bruno Crivilin é o caçula talentoso, campeão brasileiro na categoria Júnior em 2015 e campeão capixaba. Participando com uma KTM 250 EXC-F, Bruno realiza um sonho ao participar da prova.

– Vai ser emocionante representar o meu país nesta prova tradicional que é o ISDE. Acredito que todo piloto de enduro que ame a modalidade tem o sonho de estar lá e para mim o sonho está perto de virar uma realidade – contou Crivilin.

 

Rômulo Bottrel

Rômulo Bottrel, companheiro de Crivilin na equipe Orange BH KTM Racing, é atual campeão brasileiro de enduro e também coleciona títulos em outras modalidades, como cross-country, supermoto e motocross. Líder do Campeonato Brasileiro na categoria E3, Bottrel é o campeão do Red Bull Minas Riders 2017 na categoria Silver e competirá com uma KTM 300 EXC. Para o piloto é um marco em sua carreira.

É o ápice da carreira de um piloto de enduro poder encarar o Six Days e agora chegou a minha vez – comentou Bottrel.

 

Diego Colett

Da equipe Sacramento Racing, Diego Colett é campeão brasileiro de enduro, pentacampeão gaúcho de enduro e de cross-country, campeão da Copa EFX e campeão da Copa Sul Brasileira de Enduro. Colett compete com uma KTM 350 EXC-F e considera a prova um grande desafio.

– Eu sempre conversei com meus amigos da modalidade sobre a possibilidade de ir ao ISDE. Um dia começamos a conversar com o pessoal da equipe Orange no sentido de unir esforços, a conversa evoluiu para a possibilidade de um time oficial e quando menos esperava, veio a confirmação. Sei que vai ser muito difícil, que as trilhas são duras e pesadas, mas minha meta é terminar e ajudar os companheiros no que for necessário – disse Colett.

 

Gustavo Pellin

Completando o time, Gustavo Pellin, piloto da equipe Sacramento Racing, participa pela segunda vez do evento. Pellin é bicampeão brasileiro de enduro, título conquistado de forma invicta em 2015. Além de sua participação no ISDE da Argentina, Pellin tem experiência internacional em Hard Enduro, tendo participado do famoso Red Bull Romaniacs. Pilotando uma KTM 300 EXC, Pellin aproveita da sua experiência em eventos internacionais, como o Red Bull Minas Riders de 2017 e o momento do esporte no Brasil.

O momento do enduro no Brasil é favorável, nossa seleção é composta de quatro pilotos que, acima de tudo, são amigos e temos tudo para fazer uma boa corrida – acrescentou Pellin.

 

Delegação brasileira

A delegação brasileira é resultado do esforço de duas equipes nacionais que competem entre si em todos os campeonatos, mas que se uniram com garra, força e espírito READY TO RACE dos brasileiros, com um único objetivo: conquistar um título internacional. Carlos Augusto Constantino, o Guto, chefe da equipe Orange BH KTM Racing acredita que o projeto é resultado do esforço de todos.

– O evento é de extrema importância nos mais diversos níveis, tanto para pilotos como para as marcas. Com o enduro crescendo no Brasil e tendo dois campeonatos bem disputados, seria uma pena ficarmos de fora mais uma vez – Guto participou do ISDE em 2014 na Argentina, sendo o melhor brasileiro na competição.

A equipe já começou os treinos preparatórios em conjunto, e para Nielsen Bueno, chefe da equipe Sacramento Racing e piloto multicampeão de offroad, a união é essencial neste momento.

– É importante este entrosamento entre eles e saber o que cada um precisa melhorar para chegar bem ao ISDE 2017. Já corri na região e conheço bem o terreno lá, sei que precisamos afinar detalhes e estar 100% nos próximos dias – explicou Bueno.