Avaliação dos pilotos Subs 27 após a 2ª etapa do Brasileiro de MX 2018

Equipe Subs 27 no Brasileiro de Motocross em Rancho Queimado – Foto: Tiago Lopes

 

Thales Vilardi #27 / MX1

O piloto estava indo bem nos treinos cronometrados (sábado), quando sofreu uma queda, machucando seu polegar esquerdo e o pé direito.

– Foi um fim de semana bem difícil, estava me sentindo bem nos treinos de sábado, mas no final eu sofri uma queda. E no domingo, senti muita dor na mão e no pé nos treinos de aquecimento. Isso me atrapalhou bastante. Na primeira bateria, estava com medo de bater forte e machucar mais, não tive um resultado muito bom. Na segunda bateria, já fui mais confiante, fiz um holeshot, estava mantendo um bom ritmo, mas acabei caindo e perdi mais posições – disse Thales, que finalizou em 8º lugar na MX1, e em 10º lugar na Elite MX.

Thales Vilardi foi o 8º colocado na MX1 e o 10º na Elite MX – Foto: Tiago Lopes

Henrique Henicka #202 / MX Junior

– Foi um fim de semana bom, eu consegui mais um pódio. Gostaria de ter feito um top 3, mas cai duas vezes na corrida, a pista estava bem difícil. Espero ir melhor na próxima etapa, e vou me dedicar mais para não cometer os mesmos erros – disse Henicka, que finalizou em 5º lugar na categoria MX Junior.

Henrique Henicka finalizou a MX Junior na 5ª posição – Foto: Tiago Lopes

Augustinho Teixeira #19 | MX2 Junior

– Foi um fim de semana bem legal, a pista era bem técnica e boa de andar. Larguei mal na corrida, senti dor no punho da última lesão (queda na última etapa), e isso me atrapalhou nessa etapa. Agora é continuar bem essa recuperação, e tentar brigar pelo pódio na próxima competição – disse Augustinho.

Augustinho Teixeira foi o 12º colocado na MX2 Junior – Foto: Tiago Lopes