ÁUDIO: Enzo Lopes faz balanço da temporada e conta bastidores do AMA MX

Enzo Lopes terminou a temporada com a 20ª colocação, sendo o melhor piloto da equipe – Foto: Suzuki Racing

 

Enzo Lopes encerrou sua temporada de estreia no AMA Motocross com a 20ª colocação na tabela da 250 e muito aprendizado na bagagem.

Depois de ser anunciado pela JGR Yoshimura Suzuki poucos dias antes da abertura do campeonato, viveu grandes momentos no time ao longo das 12 etapas, apesar de ter ficado fora de três etapas por conta da fratura na clavícula.

Nesta semana, ele voltou ao Brasil e conversou com o BRMX mais uma vez para contar os detalhes destes dias vividos em uma equipe de fábrica e para falar do futuro.

Confira!

 

Rodada final foi bagunçada, hein. Queria que você explicasse o que aconteceu naquele sábado em Ironman. Lama, problemas no treino, ficar de fora das corridas. Como você viveu cada momento desses?

 

Qual teu balanço final desta temporada, a tua primeira como profissional nos EUA. O que você vê de pontos positivos e quais os pontos que você esperava mais?

 

Nestes pontos que você esperava mais, o que faltou para alcançar?

 

Em diversas entrevistas você falou que a galera da JGR virou família. Acompanhamos pelo Instagram você e o Maguila integrados com os pilotos e membros do time. Antes de ir, você imaginava que encontraria este tipo de ambiente de trabalho?

 

Sei que a renovação ainda não aconteceu, mas se você tivesse que dizer uma porcentagem de o quanto isso está perto de acontecer, qual seria este número?

 

Qual foi o melhor dia desta jornada na JGR? E o pior? Conte detalhes de ambos os dias, por favor?

 

Agora você está no Brasil. Fica quantos dias em casa? Vai treinar ou vai descansar?

 

Você volta para a Carolina do Norte, para a sede da equipe. Vai treinar para o MXoN ou já começam os treinos do Supercross?

 

Se você puder optar entre Costa Oeste e Costa Leste o Supercross, qual vai escolher?

 

Quando o Chad Reed foi treinar com vocês, naquele dia você já sabia que ele iria correr a final pela equipe mas não podia revelar? Como é ele nos bastidores?

 

De todos estes pilotos que você conheceu e conviveu neste tempo, entre os da equipe e os que estiveram junto como Cooper Webb, Barcia, Reed, Malcolm… qual é o mais acessível pra trocar ideia, qual o mais gente fina?

 

A série de vídeos “Por trás do Guidão” parou porque a equipe não permite fazer este tipo de material ou porque o Felipe não estava lá para filmar?